Há 47 doces da região norte apurados para as finais distritais das “7 Maravilhas Doces de Portugal”

Foto: Pixabay

 “7 Maravilhas Doces de Portugal” é um concurso a nível nacional que seleciona as melhores sobremesas de Portugal. Estão 47 sobremesas da região norte nas finais distritais.

De acordo com o regulamento do concurso os 140 doces apurados para as finais distritais, vão ser votados pelo público em 20 programas de daytime, a emitir em direto pela RTP, nos meses de julho e agosto. De cada programa na RTP sai um pré-finalista que passa às semifinais.

“Se existisse uma pastelaria ou confeitaria em Portugal dedicada a confecionar a doçaria portuguesa mais representativa, de maior qualidade e com os sabores que fazem as nossas memórias ou que inovam com produtos da terra, seriam estes 140 doces que encontraríamos nas suas montras”, assegura Luis Segadães, presidente das 7 Maravilhas, em comunicado.

A novidade desta edição é a existência de um Grande Júri, órgão de deliberação constituído por sete figuras do espaço mediático, que será responsável pela repescagem de oito candidatos que se irão juntar aos 20 pré-finalistas apurados pelo público, resultando numa lista de 28 pré-finalistas.

Os 28 pré-finalistas são divididos por sorteio pelas duas semifinais, nos dias 24 e 31 de agosto, dois programas em direto na RTP1, transmitidos em horário nobre. Em cada semifinal são apurados os sete doces, aqueles que tenham mais votos contabilizados. Nesta fase, os sete elementos do Grande Júri assumem grande preponderância, comentando e provando os doces.

A Gala Finalíssima decorre a 7 de setembro de 2019 e será transmitida pela RTP1. Dos 14 finalistas apurados vão ser eleitos sete doces pelos portugueses como “7 Maravilhas de Portugal”.

Distrito de Braga

Barquilheres (Vieira do Minho)

Beneditinos de S. Bento (Terras de Bouro)

Bolinhol de Vizela (Vizela)

Clarinhas (Esposende)

Queijadinhas de Barcelos (Barcelos)

Pudim Abade de Priscos (Braga)

Tortas de Guimarães (Guimarães)

Distrito de Bragança

Amêndoa coberta de Moncorvo (Torre de Moncorvo)

Bola doce mirandesa (Miranda do Douro)

Económicos (Mirandela)

Pastéis de Amêndoa de Vimioso (Vimioso)

Pudim azeitado (Mirandela)

Mel biológico do Parque Natural de Montesinho (Bragança)

Pudim de Castanha (Bragança)

Distrito do Porto

Biscoito da Teixeira (Baião)

Cavacas de Margaride (Felgueiras)

Jesuita (Santo Tirso)

Leite-creme (Lousada)

Pão-de-Ló de Margaride (Felgueiras)

Sopa seca de Valongo

Sarrabulho doce (Lousada)

Distrito de Viana do Castelo

Arroz doce de Perre (Viana)

Bolo de Mel das Terras da Nóbrega (Ponte da Barca)

Charutos dos Arcos (Arcos de Valdevez)

Leite-creme (Ponte de Lima)

Roscas de Monção (Monção)

Sidónio (Viana do Castelo)

Torta de Viana (Viana do Castelo)

Distrito de Vila Real

Cavacório (Vila Real)

Crista de Galo (Vila Real)

Gancha de S. Brás (Vila Real)

Pito de Santa Luzia (Vila Real)

Queijadas de Murça (Murça)

Rebuçados da Régua (Régua)

Toucinho do Céu (Murça)

Distrito de Viseu

Castanha de ovos (Viseu)

Cavacas de Resende (Resende)

Cavacas de Viseu (Viseu)

Pastel de Vouzela (Vouzela)

Pão de Ló de milho com molho de limão (São Pedro do Sul)

Pinha D’Ouro (Carregal do Sal)

Viriato (Viseu)

Distrito de Aveiro

Barrigas de Freira (Arouca)

Broa de abóbora (Arouca)

Sopa seca com favo e gelado de mel (Castelo de Paiva)

Distrito da Guarda

Foto: 7 Maravilhas Doces de Portugal

 

 

 

 

 

 

Doces de amêndoa (Vila Nova de Foz Côa)

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta