Imaginarius 2019: O festival de teatro que invadiu as ruas de Santa Maria da Feira

Foto: Denise Pessoa

Na 19ª edição de um dos maiores Festivais Internacionais de Teatro de Rua, à semelhança de anos anteriores e, tal como o próprio nome indica, imperou a magia. O Imaginarius 2019 trouxe à cidade de Santa Maria da Feira cor e alegria, irreverência e inovação, arte e cultura, transformando a cidade num palco gigante.

“Nunca tinha vindo, vim a convite de uma amiga e adorei. Tenho a certeza que são necessários meses de treino para conseguir montar um espetáculo como o do Globe, por exemplo. A interação que eles têm com a audiência, a maneira como conseguem prender públicos de várias idades, os momentos inesperados que despertam adrenalina, a sincronização da música com as luzes, tudo faz com que sejamos parte integrante do espetáculo. Foi uma experiência que nunca tinha tido, que adorei e que espero voltar para o ano para repetir” afirmou, ao Jornal Referência, Jessica Freitas.

Jessica referia-se ao espetáculo Globe, um dos programas principais do Festival e que, em frente às piscinas municipais, é descrito como “uma metáfora artística à liberdade e ao poder de voar num mundo imaginário. O cenário do conflito é um globo gigante que envolve trapezistas, dançarinos, atores, músicos, projeções e pirotecnia, em interação com o público”.

Lá perto, junto à casa do moinho, a experiência é outra. Jessica explica que, se ficasse na fila, não teria oportunidade de ver o restante do festival, isto porque eram inúmeras as pessoas à espera para poderem vivenciar a experiência que a “La Gran Tempesta” proporciona. No entanto “aquilo é lindo”, explica. Isto porque a “La Gran Tempesta” é “uma cúpula transparente cheia de ar, luzes, música e confettis, possibilitando uma experiência sensorial única num mundo imaginário onde tudo é possível, mesmo enfrentando ventos e tempestades”.

Entre os dias 23 e 25 de maio passaram por este palco apresentações originais em estreia absoluta, inseridas na programação principal, mas também criações próprias – Criações Imaginarius -, o Imaginarius Infantil e o Mais Imaginarius que envolvem áreas artísticas como o teatro, o circo, a dança, a música e a realidade virtual.

O tema deste ano foi a Memória. As memórias escrita, narrada e visual foram exaltadas e os espetadores foram desafiados a viajar pelas suas próprias memórias, trazendo-as para palco, numa relação de proximidade com as narrativas artísticas apresentadas.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta