Já é conhecido o vencedor do Orçamento Participativo Jovem de Lousada

Foto: Câmara Municipal de Lousada

No início deste mês de janeiro, foi conhecido o vencedor do Orçamento Participativo Jovem (OPJ): “T0 na Escola – a autonomia ao acesso de todos”, num universo de 13 propostas que foram a concurso.

Este projeto, na área da educação e apresentado por Rémy Pereira Marques, presidente da Associação de Estudantes do Agrupamento de Escolas de Lousada Este, e Maria Armanda Leal, coordenadora do Departamento de Educação Especial da mesma escola, tem como base a instalação de um contentor na escola para acomodação de um T0 com cozinha, lavandaria, sala, quarto e casa de banho, assim como o respetivo mobiliário para o apetrechamento dos espaços, para crianças com necessidades especiais. “A ideia surgiu no departamento de Educação Especial porque existem muitos alunos com Necessidades Educativas Especiais na escola que necessitam de autonomia para executar as tarefas mais básicas, como tratar da roupa, da higiene pessoal. Foi muito interessante a comunidade escolar se ter envolvido e ter contribuído para que o projeto vencesse, sendo uma mais-valia para a escola”, referiram os representantes do projeto, citados num comunicado da autarquia.

O “T0 na Escola” contou com 212 votos e tem um valor estimado para a implementação de 28 mil euros, segundo os promotores.

O vereador da Juventude, Nélson Oliveira, citado em comunicado da autarquia, referiu que “a proposta vencedora é muito interessante, pois agrega a área social e educativa no que respeita aos alunos com Necessidades Educativas Especiais, nomeadamente capacitar os jovens de competências académicas, mas também funcionais”. “É fundamental que anualmente a autarquia promova o OPJ, na medida em que o projeto vencedor é implementado e, muitas das ideias que não vencem são implementadas ou agregadas em outros projetos, o que faz que o trabalho não seja inglório. Por isso se torna importante a contribuição dos jovens lousadenses na construção de um concelho cada vez melhor””, continuou.

As propostas que estiveram em votação foram: “Um Passo Superior”, “Parque Street Workout”, “Passadiços do Mezio”, “Clube House – Complexo Desportivo de Lousada, “Contra Campo – Cinema ao ar livre”, “T0 na Escola – a autonomia ao acesso de todos”, “Parque Urbano: Lousada mais ousada!”, “Ginástica ao Serviço de Lousada”, “Brincar é Aprender- Parque Infantil”, “Plano Municipal de Esterilização para animais de companhia e abandonados”, “A casa é tua”, “Dar vida aos anos” e “Reciclagem bem feita!”.

A primeira edição do OPJ foi ganha pelo projeto “Vila – Festival da Juventude de Lousada”, em 2015, seguindo-se a “Renovação do Canil Municipal”. Em 2017, o projeto vencedor foi “Centro de Interpretação Ambiental e Patrimonial do Vale do Rio Mesio”, no ano seguinte, “LSD Booking – Sala de Ensaios” e, em 2019, “LouzaD’Art Urbana”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta