Matosinhos: Conhecidos os vencedores do concurso de empreendedorismo sobre economia do mar

Foto: Ana Regina Ramos

O concurso de empreendedorismo BluAct anunciou, no início deste mês, os três projetos vencedores deste ano, em Matosinhos. Tem como objetivo estimular a economia azul de forma sustentável e destina-se a todos aqueles que considerem ter um projeto empresarial que se encontre em fase de ideia ou negócio.

Os três projetos vencedores do BluAct foram: Bioworld, PINKTech e Blue_container. O concurso conta com o financiamento do programa da União Europeia URBACT III e Matosinhos é a cidade que representa Portugal nesta iniciativa que envolve Piraeus (Grécia), Burgas (Bulgária), Mataro (Espanha), Ostend (Bélgica), Galati (Roménia) e Salerno (Itália). Os vencedores irão ter acesso a um ano de incubação no UPTEC-Mar e participar num programa de aceleração de empresas suportado pelo Super Bock Group e promovido pelo UPTEC.

Este concurso destina-se a todos os empreendedores que tenham projetos ou empresas constituídas, com menos de quatro anos, sendo que podem envolver-se com diferentes áreas (como turismo, investigação, formação, desporto, moda, entre outras…). No entanto, têm que obrigatoriamente ter um impacto significativo na economia do mar.

Este ano o júri constituído pelo vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Matosinhos, António Correia Pinto, pela representante do SuperBock Group, Orquídea Dias, e pela representante da UPTEC, Susana Pinheiro, avaliou os concorrentes e atribuiu o primeiro lugar ao projeto Bioworld, seguindo-se PINKTech e Blue_container. O projeto que ficou em primeiro lugar e que se centra na redução de plástico recebeu, além da incubação de um ano na UPTEC-Mar, um prémio de cinco mil euros, atribuído pelo Super Bock Group.

O vereador do Ambiente manifestou a intenção de dar continuidade a este tipo de iniciativas de modo a haver uma nova edição já no próximo ano, refere uma nota da autarquia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta