Competições europeias: FC Porto vence e SC Braga sofre derrota

Imagem: Ana Regina Ramos/Canva

Esta semana os dois emblemas da região norte tiveram jogos a contar para as competições europeias. O FC Porto recebeu e venceu o Olympique de Marseille por 3-0 no Estádio do Dragão, em jogo a contar para a Liga dos Campeões. Já o SC Braga foi ao terreno inglês e saiu derrotado por quatro bolas, em jogo da Liga Europa. Ambas as partidas contaram para a 3.ª jornada de cada respetivo grupo.

André Villas-Boas, treinador do Olympique de Marseille, voltou ao Dragão para medir forças com o seu amado FC Porto.

Na sequência de um mau alívio da defesa dos franceses, Corona ganhou uma série de ressaltos e ainda conseguiu cruzar para Marega, que solto de marcação só teve de encostar para o 1-0, logo aos quatro minutos de jogo.

O Olympique de Marseille, pouco tempo depois, teve uma oportunidade quando o portista Sarr derrubou Thauvin na área, numa falta para grande penalidade, que Payet rematou muito por cima. O FC Porto ia controlando o jogo no Dragão.

Antes da meia hora de jogo, de novo assinalado penálti, mas, desta vez, a favor dos azuis e brancos, e Sérgio Oliveira não desperdiçou e fez o segundo golo da noite. Já na segunda parte, aos 69 minutos, Luís Diáz assinou o 3-0.

O FC Porto venceu o Olympique de Marselha, por 3-0, em partida da terceira jornada do grupo C da Liga dos Campeões, que permitiu aos dragões consolidarem as aspirações de qualificação para a próxima fase da prova. A equipa portuguesa está com seis pontos, em segundo lugar do Grupo C.

O Sc Braga tinha um desafio muito complicado em Inglaterra, uma vez que o Leicester está em segundo lugar na Premier League e já não perdia há sete jogos no seu terreno de jogo.

Foram cinco as mudanças apresentadas por Carvalhal: Saíram Tormena, Sequeira, Castro, Gaitán e Iuri Medeiros. Entraram Raúl Silva, David Carmo, João Novais, André Horta e Abel Ruiz, com o Sporting de Braga a apresentar-se numa estrutura com três centrais, com Bruno Viana, Raúl Viana e David.

O Leicester teve quase sempre o controlo da bola e do espaço, com o SC Braga sem a intensidade suficiente para desmontar a estrutura dos ingleses. O primeiro golo da partida surgiu à passagem do minuto 21, por intermédio de Iheanacho.

Ao minuto 27, aconteceu o único remate enquadrado da equipa bracarense, por intermédio de Bruno Viana, num cabeceamento com Schmeichel a agarrar. À passagem do minuto 30, quase surgiu o empate, naquele que seria autogolo da equipa da casa. Corte defeituoso de Choudhury depois de um cruzamento de André Horta.

Logo no início da segunda parte, Iheanacho bisou ao minuto 48, depois do remate do avançado ter desviado em Bruno Viana e ter traído Matheus. Ao minuto 52, Abel Ruiz podia ter reduzido, depois de um passe de Galeno, mas atirou ao lado da baliza, com a bola ainda a bater nas malhas laterais.

Praet desviou, depois, de um passe de Iheanacho e fez o terceiro golo da noite europeia. Ao minuto 79, James Maddison fez o 4-0, com o resultado a atingir contornos de goleada. O 5-0 foi travado pouco depois pelo ferro, numa tentativa de Ayoze Pérez.

Com este resultado, o Leicester lidera o Grupo G com nove pontos, e o SC Braga segue com seis, em segundo lugar.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta