Invicta é Capital Jovem da Segurança Rodoviária

A Área Metropolitana do Porto (AMP) foi a escolhida para ser a “Capital da Segurança Rodoviária” para 2017. O objetivo da iniciativa é combater a sinistralidade rodoviária.

Conta já com cinco edições e integra um programa de ações para a educação e prevenção rodoviárias com o objetivo de desenvolver competências de cidadania nos mais jovens – faixa etária em que se verifica o maior número de sinistralidade, uma vez que o risco de morte em acidentes rodoviários dos jovens é 30 % superior ao resto da população.

Este ano foi lançada a 16 de fevereiro, na cidade invicta, a “Capital Jovem da Segurança Rodoviária 2017” e tem previstas, ao longo do ano, várias ações de sensibilização destinadas aos jovens da Área Metropolitana do Porto (AMP).

Roadshow BP Segurança ao Segundo“, um roadshow sobre segurança rodoviária para alunos do ensino secundário, ações de sensibilização no âmbito da segurança rodoviária em sala de aula e/ou fora dela em estabelecimentos de ensino aderentes e a elaboração de cartazes e folhetos sobre segurança rodoviária para os alunos do ensino básico do Agrupamento de Escolas Irmãos Passos, em Matosinhos são alguns dos muitos exemplos de atividades a desenvolver durante o corrente ano.

“É vital para o nosso desenvolvimento esta capacidade de intervir e promover a melhoria comportamental, pois há uma necessidade de promover a autodisciplina, melhorar a nossa organização e promover o respeito pelo próximo. É aqui que entendemos a importância da Terceira Missão da Universidade, isto é, a missão de se projetar e ajudar os jovens e a sociedade a tornarem-se melhores”, sublinhou Sebastião Feyo de Azevedo, reitor da Universidade do Porto (UP), na cerimónia de lançamento da iniciativa “Porto Capital Jovem da Segurança Rodoviária”, nas instituições da reitoria da Universidade do Porto.

Os cinco municípios parceiros da “Porto Capital Jovem da Segurança Rodoviária” são as cidades do Porto, Matosinhos, Vila Nova de Gaia, Póvoa de Varzim e Maia, que reforçaram o empenho e comprometimento no desenvolvimento de acções inseridas no âmbito da iniciativa.

Carlos Barbosa, presidente do Automóvel Clube de Portugal (ACP), outro dos parceiros do projeto, garante que “ esta é uma causa que exige esforço e dedicação e é de maior importância para a educação”.

Já para a Vereadora Maria Elisa Cidade, da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, “é pela educação que se muda o mundo, e é através dos jovens que muitos dos problemas podem ser resolvidos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Este conteúdo está protegido!!!