36ª Jornada da II Liga: Uma equipa a menos, mas muita disputa pela frente

A 36ª Jornada foi decisiva para o Olhanense, a primeira equipa a ter por certa a descida de divisão. O líder, o Portimonense, escorregou e segue, agora, com uma distância de apenas dois pontos do Desportivo das Aves, que voltou a vencer e a afirmar-se na luta pela subida à I Liga. Ainda muita bola há de correr e ainda muitos destinos estão por descobrir.

 

15 de abril de 2017: Académico de Viseu 1-2 Penafiel

O Académico de Viseu está mais perto dos lugares de despromoção, depois de perder em casa, por 2-1, frente ao Penafiel.

Os visitantes entraram em campo com o pé direito. Bastaram nove minutos para João Paulo abrir o marcador, com um golo de cabeça, sequência de um pontapé de canto.

A resposta do Académico chegou ainda na primeira parte e, aos 29 minutos do encontro, Zé Paulo fez o empate.

O golo da vitória entrou na baliza de Ivo nos últimos minutos da partida, por intermédio de Sandro Lima, que encerrou o marcador.

A equipa penafidelense conta com 53 pontos e segue na sexta posição da tabela classificativa. O Académico de Viseu está na 15ª posição, ainda acima dos lugares de despromoção.

Aves 2-1 Covilhã

O Desportivo das Aves continua a voar para a subida. Na 36ª jornada, os avenses conquistaram mais três pontos frente ao Covilhã e seguem no segundo lugar do campeonato da II Liga.

A equipa da casa foi para o intervalo a tremer, depois de uma primeira parte dominada pelo Sporting da Covilhã. Os visitantes inauguraram o marcador aos 16 minutos, com um golo de Erivelto.

A reviravolta só chegou na segunda parte, com uma grande penalidade para o Aves, aos 56 minutos. Guedes fez o empate e Ericson colocou os avenses à frente no marcador, aos 82 minutos.

O resultado foi favorável ao Aves, que está agora mais perto de realizar o sonho da subida à primeira divisão, com uma diferença de dois pontos do Portimonense, que escorregou nesta jornada.

Benfica B 2 – 0 Famalicão

O Caixa Futebol Campus assistiu, este sábado, ao regresso aos triunfos do Benfica B, após cinco derrotas consecutivas. As águias bateram o Famalicão por 2-0.

O primeiro golo das águias chegou cedo, aos 10 minutos, por intermédio de Aurélio Buta.

O Famalicão não conseguiu dar resposta e foi para o intervalo já em desvantagem.

Nos primeiros minutos da segunda parte do encontro, a equipa encarnada consolidou a vitória. Dálcio soube marcar o livre apontado pelo árbitro e Ferro, de cabeça, fez o 2-0.

Com esta vitória, o Benfica B subiu ao sétimo lugar, com 53 pontos. O Famalicão continua na eminência de descer de divisão, na 19ª posição da tabela classificativa.

Braga B 2 – 1 Portimonense

O líder do campeonato da II Liga, Portimonense, escorregou em casa do Braga B, esta jornada. A equipa bracarense derrotou o primeiro classificado por 2-1.

A primeira parte do encontro não teve direito a golos e a igualdade manteve-se até aos 62 minutos, momento em que o Portimonense conseguiu a vantagem. Fabrício converteu uma grande penalidade em golo e colocou os visitantes à frente no marcador, mas por pouco tempo.

A reviravolta da equipa minhota começou aos 85 minutos da partida, com um golo de Jordão, a fazer o empate. Três minutos depois, Piqueti fez o golo da vitória e roubou três pontos ao líder.

Apesar da derrota, o Portimonense continua no primeiro lugar da tabela classificativa, mas apenas com uma vantagem de dois pontos em relação ao segundo classificado. O Braga B soma agora 52 pontos.

Cova da Piedade 3 – 1 Fafe

O Cova da Piedade saiu da 36ª jornada com três pontos que valeram ouro. Ao vencer o Fafe por 3-1, a equipa de Almada conseguiu afastar-se dos lugares em risco de despromoção.

O primeiro golo da partida chegou na segunda parte e a favor dos visitantes. O melhor marcador dos fafenses, Alan Júnior, inaugurou o marcador, aos 65 minutos.

O Cova da Piedade foi à procura da igualdade e acabou por responder, aos 72 minutos, com um golo de Irobiso, assistido por Silas.

O empate manteve-se até aos últimos minutos e foi já em cima dos 90 que os anfitriões alcançaram a vantagem. Rui Varela fez o 2-1 e, já em período de descontos, Silas aumentou a vantagem para 3-1. Estava fechado o marcador e os três pontos já tinham um dono: Cova da Piedade.

O Fafe deixou escapar mais três pontos e segue na penúltima posição da tabela. O Cova da Piedade está agora mais folgado, no 16º lugar, com 45 pontos.

Freamunde 1 -0 Santa Clara

O Freamunde pôs fim a um ciclo de cinco jogos consecutivos sem vencer, com uma vitória frente ao Santa Clara, por 1-0. A conquista dos três pontos dá ao Freamunde uma posição mais confortável, que garanta a manutenção.

A primeira parte ficou marcada por um jogo equilibrado e por poucos remates à baliza, de ambas as equipas. O primeiro lance perigoso chegou da equipa da casa, com um forte remate de Rui Sampaio, mas Serginho estava lá para defender.

Depois do intervalo, as duas equipas continuavam cautelosas no jogo e os remates pouco eficazes. As substituições na equipa do Freamunde acabaram por ser decisivas e foi a entrada de Diogo Valente, aos 71 minutos, a marcar a diferença. Bastaram cinco minutos de jogo para Diogo Valente fazer o golo da vitória, para a equipa da casa.

A vitória dos capões permitiu à equipa subir um lugar na tabela classificativa, embora continuem na zona de despromoção. O Santa Clara, por sua vez, desceu uma posição e segue no 11º lugar.

Gil Vicente 2 -0 Guimarães

O Estádio Cidade de Barcelos assistiu à quinta vitória consecutiva do Gil Vicente, frente ao Guimarães. Depois de estar em igualdade até aos 70 minutos, a equipa da casa fechou o resultado em apenas 9 minutos.

O encontro chegou ao intervalo com o marcador no 0-0 e a segunda parte já decorria há mais de 15 minutos quando os gilistas fizeram o primeiro golo da partida, por intermédio de Paulinho. Em apenas 9 minutos, a equipa barcelense garantiu os três pontos, com um golo de Alphonse a fechar o marcador.

O Gil Vicente e o Guimarães entraram na partida com igualdade pontual, mas a vitória dos gilistas serviu para a ascensão à quarta posição da tabela de classificação. Os vimaranenses estão agora no 11º lugar.

Sporting B 2 – 0 União da Madeira

A boa forma da equipa leonina voltou a evidenciar-se no jogo a contar para 36ª jornada, com uma vitória por 2-0, frente ao União da Madeira.

O Sporting B alcançou a vantagem logo na primeira parte. O primeiro remate à baliza foi da equipa visitante, com Cedric a cabecear a bola para as mãos de Pedro Silva. A resposta dos leões não tardou e permitiu que Nilson inaugurasse o marcador.

Na segunda parte do encontro, o União da Madeira entrou confiante na conquista da igualdade. Micas e Sérgio Marakis ainda assustaram os anfitriões, mas a bola não acertou na baliza em nenhum dos remates.

Os leões cortaram a esperança do União da Madeira, com um remate certeiro a sair do pé esquerdo de Matheus Pereira, a fazer o 2-0.

A vitória deixa o Sporting B no 11º lugar, com 50 pontos e o União da Madeira segue com mais três pontos, na quinta posição.

Vizela 1 – 1 Olhanense

A descida de divisão tornou-se certa para o Olhanense, ao empatar em casa do Vizela, por 1-1.

O Vizela foi o primeiro a marcar, aos 20 minutos do encontro, com um golo de Tiago Ronaldo. Aos 45 minutos, a equipa algarvia conseguiu chegar à igualdade, por intermédio de Gerevini, mas o resultado ficou-se por aí e não foi suficiente para o Olhanense continuar na luta pela manutenção de um lugar na II Liga.

A descida do Olhanense já se fazia prever, mas foi na 36ª jornada, que a luta deixou de ser matematicamente possível.

Varzim 0 – 1 FC Porto B

O Varzim perdeu em casa frente ao FC Porto B, pela margem mínima, e continua em posição de perigo.

Os jovens dragões conquistaram os três pontos na casa do Varzim, ainda na primeira parte da partida. Wenderson Galeno foi o autor do golo da vitória do FC Porto B, no final do primeiro tempo.

Na segunda parte, os poveiros entraram dispostos a alterar o resultado, mas não souberam finalizar as oportunidades de golo. Já nos descontos, Eder Diaz teve direito a baliza aberta para conseguir, pelo menos, um ponto para a equipa da casa, mas faltou-lhe a pontaria.

O FC Porto B venceu, assim, pela terceira vez consecutiva e segue numa posição confortável, ao contrário do Varzim, que está na iminência de descer de divisão.

Mónica Moreira

Deixe um comentário

error: Content is protected!