Mais investimento e reforço de apoios sociais prometidos em Penafiel nos próximos quatro anos

Na passada sexta-feira, 13 de outubro, o jardim do Museu Municipal de Penafiel foi o local escolhido para que todos os órgãos autárquicos de Penafiel iniciassem o seu mandato. Mais investimento – e, por isso, criação de emprego – e reforço dos apoios sociais são os pontos-chave para o mandato de 2017/2021.

Os números de 1 de outubro

As eleições autárquicas de 1 de outubro deram a vitória com maioria absoluta, em Penafiel, à Coligação “Penafiel Quer” (PSD/CDS) para a Câmara Municipal, Assembleia Municipal e de Freguesia.

Na Câmara, a Coligação venceu com 51,87% dos votos, seguindo-se o PS, com 34,84%. Tino de Rans, com o movimento Penafiel é TOP, angariou 6,22% dos votos, à frente de Mário Magalhães (Somos Penafiel), que teve 1,84% dos votos, da CDU (PCP/PEV), com 1,52% e do BE – 1,12%.

Para a Assembleia Municipal, a Coligação obteve 50,36% dos votos, o PS 34,32%, Tino de Rans 6,95%, CDU 2,16%, Mário Magalhães 1,96% e o BE 1,43%.

A Assembleia de Freguesia é também presidida pela Coligação, que angariou 41,92% dos votos, o PS 35,49%, o Grupo Cidadãos 15,70%, a CDU 3,27% e o BE 0,53%.

Investimento e apoios sociais na base do mandato

O presidente, Antonino de Sousa, foi reeleito e pretende, para o mandato que se iniciou, focar-se em três eixos: capacitação social, impulso económico e qualidade dos serviços.

Desta forma, Antonino de Sousa quer “aumentar a empregabilidade e o apoio aos mais idosos” e “manter e reforçar os apoios sociais destinados às famílias dos jovens estudantes”.

Com vista a melhorar o sucesso escolar, está previsto implementar um “projeto inovador, que procura monitorizar o desempenho dos alunos do concelho, implementar medidas de motivação e fomentar capacidades transversais ao currículo”, incluindo no dia a dia do aluno as artes performativas, a escrita criativa, a ciência experimental e a programação informática.

Na área da cultura, o objetivo é que os agentes culturais locais sejam autónomos, mas também se pretende a criação de um novo equipamento cultural, no centro histórico, que vai dispor de “um auditório e de espaços versáteis, assentes numa lógica de utilização partilhada e de criação experimental”.

Antonino de Sousa salientou que “os jovens estarão sempre no topo das prioridades da autarquia”, mas, além disso, o objetivo é também “atrair investimento que suporte o desenvolvimento da economia local, potenciando a criação de emprego e a atração de mais pessoas para o nosso concelho”.

Neste sentido, o presidente reeleito quer também implementar “um centro de negócios, onde será concentrado todo o apoio aos investidores” e, no âmbito do impulso económico, tornar o turismo numa das principais atenções da autarquia. Criar uma rede qualificada de trilhos pedonais, de cicloturismo e trail runners, assim como, criar, nas zonas ribeirinhas do concelho, “novas zonas de lazer e recreio” são algumas das previsões de investimento.

Ao longo dos próximos quatro anos, pretende-se a revisão do Plano Diretor Municipal, de forma a torná-lo mais “eficiente, operacional, facilitador da gestão urbanística e de carácter eminentemente estratégico, que vá de encontro às tendências e oportunidades atuais”.

Outro dos objetivos para este mandato é valorizar o desempenho dos funcionários do grupo Municipal, “através das respetivas carreiras e dentro do quadro legal”.

Uma tomada de posse com muitas caras

Alberto Santos iniciou funções como Presidente da Assembleia Municipal pelo segundo ano consecutivo.

O executivo camarário vai ser agora composto por Rodrigo Lopes, Susana Oliveira, Adolfo Amílcar e o estreante Pedro Santana Cepeda, da Coligação “Penafiel Quer” e, como vereadores, pelo PS, André Ferreira, Fernando Malheiro, Cristina Alves e Maria Celeste Mesquita.

Além do executivo camarário, tomaram ainda posse os representantes eleitos para a Assembleia Municipal. Pela coligação PSD/CDS foram eleitos 16 representantes: Alberto Santos, António Sousa Pinto, Hermínia Magalhães, Alberto Clemente, António Gaspar Dias, Sofia Leal, Belmiro Barbosa Pereira, José Rodrigues, Alexandra Almeida, Pedro Barbosa, Joaquim Silva, Ana Lourenço, Rui Lopes, Joaquim Azevedo, Ana Santos e António Freire de Oliveira. Já o PS elegeu 11 representantes: Nuno Araújo, Agostinho Gonçalves, Ana Maria Feijó, António Sousa Pinto, João Couto Barbosa, Maria Balbina Rocha, Luís Guimarães, José Macedo, Benvinda da Silva, Renato Barros e Joaquim da Silva. O movimento Penafiel é TOP contará com dois elementos presentes na Assembleia Municipal: Pedro Couto e Cristiana Silva.

Os presidentes das 28 juntas de freguesia, que terão assento na Assembleia, também prestaram juramento pelas suas funções atribuídas: José Manuel Sousa, Abragão (PSD/CDS); Artur Inácio Teixeira, Boelhe (PSD/CDS); Joaquim Pedroso, Bustelo (movimento independente apoiado pelo PS); Sérgio Barbosa, Cabeça Santa (PS); Adão Vieira, Canelas (PSD/CDS); Manuel Alves, Capela (PS); Tânia Ribeiro, Castelões (PSD/CDS); António Líbano, Croca (PS); João Paulo Oliveira, Duas Igrejas (movimento independente com o apoio do PSD/CDS); Isabel Guedes, Eja (movimento independente); António Silva, Fonte Arcada (PSD/CDS); Laura Duarte, Galegos (PSD/CDS); Vitorino Oliveira, Guilhufe e Urrô (movimento independente com o apoio do PSD/CDS); José Miguel Fernandes, Irivo (PSD/CDS); Antonino Figueiredo, Lagares e Figueira (PSD/CDS); Francisco Aguiar, Luzim e Vila Cova (PSD/CDS); Pedro Cunha, Oldrões (PSD/CDS); Adelino Sousa, Paço de Sousa (PSD/CDS); Carlos Leão Barbosa, Penafiel (PSD/CDS); Manuel Moreira, Peroselo (PSD/CDS); Orlando Luís, Rans (movimento independente com o apoio do PSD/CDS); Alexandra Sousa, São Mamede de Recesinhos (PS); Eduardo Silva, São Martinho de Recesinhos (movimento independente com o apoio do PSD/CDS); Henrique Martins, Rio de Moinhos (PSD/CDS); Manuel Soares, Rio Mau (PS); Fábio Correia, Sebolido (PS); José Soares, Termas de São Vicente (PSD/CDS); e Eduardo Silva, Valpedre (PSD/CDS).

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Este conteúdo está protegido!!!