DATAS: O Halloween vem da celebração do fim do verão

A noite de Halloween celebra-se nesta terça-feira, dia 31 de outubro, e o Jornal Referência foi pesquisar a origem desta celebração, assim como alguns locais onde é possível celebrar e aplicar a famosa expressão “doce ou travessura”.

Samhain – a tradição que celebra o fim do verão

A celebração do Halloween remonta a uma antiga celebração celta, o Samhain, que marcava o fim do verão, o fim das colheitas e o início do novo ano celta que, de acordo com o calendário gregoriano adotado no século XVI, comemorava-se a 1 de novembro.

Eram três dias de comemoração – de 31 de outubro a 2 de novembro – que correspondem, atualmente, com as celebrações católicas da Vigília de Todos os Santos, Dia de Todos os Santos e Dia dos Fiéis Defuntos.

Desde que há conhecimento, esta tradição está fortemente ligada aos mortos, fantasmas e espíritos, assim como ao fogo. Na Irlanda e na Escócia celta, era costume acenderem-se fogueiras no topo das colinas (“hallowe’en fires” – “fogos de hallowe’en”), em honra dos familiares já falecidos e que serviam também para purificar as pessoas e a terra, de modo a afastar os demónios, que eram mais fortes nesta altura do ano. Na Escócia, serviam também para afastar e destruir as bruxas.

Os celtas acreditavam que a presença dos espíritos era propícia à adivinhação, por isso, faziam-se alguns jogos em que se previa a data da morte de uma pessoa ou o nome de seu futuro marido ou mulher.

Esta era também uma altura em que eram pregadas partidas e, em algumas localidades, eram usadas máscaras feitas de crânios e peles de animais. Um dos hábitos envolvia, por exemplo, crianças, que iam de casa em casa, a cantar rimas ou a dizer orações para as almas dos mortos e, em troca, recebiam bolos de boa sorte que representavam o espírito de uma pessoa que havia sido libertada do purgatório.

O feriado Dia de Todos os Santos, dedicado aos mártires e santos da Igreja Católica, foi instituído, por volta do século VII, com o objetivo de substituir o antigo festival pagão. No entanto, foi apenas no século XIII que o Dia de Todas as Almas ou dos Fiéis Defuntos, dedicado aos mortos, foi calendarizado pela Igreja.

De onde vem o nome Halloween?

O termo “Halloween”, ou, neste caso, “Hallowe’en”, surgiu no século XVII e é uma abreviatura escocesa de “All Hallows’ Eve”, ou seja, “noite de todos os santos”.

A origem do Halloween norte-americano que influenciou as celebrações atuais

Na sequência do período da Grande Fome, por volta de 1945-1949, houve um grande número de irlandeses que fugiram do seu país para os EUA, o que ajudou a propagar pelo território norte-americano a celebração do Halloween. Então, a partir daí, os norte-americanos começaram a mascarar-se e a pedir dinheiro ou comida de porta em porta, mais conhecido atualmente como o “doçura ou travessura” (“trick or treat”).

Já as tradicionais lanternas feitas de abóboras esculpida, ou “jack o’ lanterns”, têm uma origem celta e estão associadas a uma antiga lenda irlandesa.

Diz a lenda que um ferreiro chamado Stingy Jack (“Jack Avarento”) convidou o diabo para beber e não quis pagar, convencendo, então, o diabo a transformar-se numa moeda. Jack guardou a moeda no bolso juntamente com uma cruz de prata, que impedia o diabo de voltar à forma original. Disse-lhe então que só o libertaria se prometesse que não o incomodaria durante um ano e que quando morresse não reclamaria a sua alma.

No ano seguinte, o ferreiro voltou a enganar o diabo, pedindo-lhe que subisse a uma árvore e que lhe colhesse uma peça de fruta, mas, sem que ele reparasse, Jack gravou uma cruz no tronco da árvore, impedindo-o, desta forma, de descer dos ramos e fazendo-o prometer que o deixaria em paz por mais dez anos.

Quando Jack morreu, não pôde entrar no céu, mas o diabo também não o podia receber, por isso, foi condenado a vaguear pela noite apenas com um punhado de carvão para o iluminar, que colocou dentro de um nabo esculpido. Diz-se que ainda hoje Jack anda a vaguear pela terra, por isso é que, para o afastar, na noite de Halloween, os irlandeses esculpiam caras em nabos, beterrabas e batatas.

As abóboras esculpidas surgiram quando a tradição foi levada para os EUA, uma vez que são originárias da América do Norte.

Alguns locais onde passar a noite de Halloween

Halloween no Paço de Giela
Local: Paço de Giela, Arcos de Valdevez
Data: 31 de outubro
Horário: 21h00 – 04h00

Noite de Halloween – Arraial d’Engenharia 2017
Local: Pavilhão Rosa Mota, Porto
Data: 31 de outubro
Horário: 23h00 – 06h00

Halloween! Samballoween com Orquestra Bamba Social
Local: Plano B
Data: 31 de outubro
Horário: 22h30 – 06h00

Infografia Halloween
Foto: Filipa Albergaria

Fontes: BBC Brasil e Observador

Foto destaque: Freepik

Ana Regina Ramos e Filipa Albergaria

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Este conteúdo está protegido!!!