Andante terá aplicação móvel em abril

A partir de abril vai ser possível ter as viagens de transportes públicos no telemóvel, sem precisar de cartões ou moedas, através da aplicação “Anda”.

Neste caso, não será “Anda comigo ver os aviões”, mas sim, comboios, metros e autocarros. A nova aplicação foi criada pela Transportes Intermodais do Porto (TIP) – formada pelo Metro, STCP e CP – em colaboração com a Faculdade de Engenharia do Porto (FEUP) e otimizará o tarifário pago pelo cliente, na medida em que atribui a cada passageiro aquele que é mais favorável, enviando-lhe a fatura para casa.

A aplicação estará apenas disponível para smartphones (sistema Android), na Google Play, sendo que versões anteriores ao Android 5.0 não estão preparadas para suportar o sistema, segundo o site da Metro.

Além disso, o aparelho “deve estar apto a estabelecer uma comunicação em Near Field Communication (NFC) com os validadores instalados no Sistema Intermodal Andante, registando as mensagens Bluetooth Low Energy (BLE)” emitidas pelos transmissores instalados nos veículos e nos validadores, lê-se. Este processo permite determinar a sequência de paragens de cada viagem realizada.

O registo dos dados do cliente e a informação relativa às viagens é gravado no sistema central, o que possibilita fazer a consulta do histórico de utilização e dos custos associados.

Todo o investimento para a aplicação “Anda” ronda os dois milhões de euros, parcialmente financiado pelo Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente.

Deixe um comentário

error: Content is protected!