Penafiel cria zona para cães no parque da cidade

O parque da cidade de Penafiel recebeu, esta semana, um projeto piloto na zona norte por parte da GNR, que utiliza os seus cães para cinoterapia, uma técnica terapêutica para crianças com necessidades especiais.

Foto: Câmara Municipal de Penafiel

O projeto é do Grupo de Intervenção Cinotécnico da GNR do Porto, que tem a base em Penafiel, e vai percorrer várias escolas de Penafiel e poderá ainda utilizar o parque canídeo para terapias.

O local, com cerca de três mil metros quadrados, é composto por uma porta dupla e obstáculos de agility – apropriados para o desporto canino – que têm como objetivo estimular a brincadeira entre os cães.

“Esta modalidade de terapia assistida por animais em que se recorre aos cães da GNR como elemento facilitador da reabilitação ou do desenvolvimento”, segundo escreve a autarquia em comunicado, já existe em Lisboa, mas é o primeiro no norte do país.

A utilização do parque canino público, em Penafiel, implica o cumprimento de várias regras, conforme informa o município, como o acompanhamento dos canídeos – que devem ter idade superior a três meses e estar devidamente vacinados, identificados e licença de detenção emitida pela Junta de Freguesia da área de habitação – por um indivíduo com idade igual ou superior a 18 anos; a presença de crianças dentro do parque só é permitida caso estejam acompanhadas por um adulto; não é permitida a presença de canídeos com comportamento agressivo nem a presença de recipientes de vidro e também não é aconselhável a presença de cadelas em cio; é ainda obrigatória a recolha dos dejetos caninos e a sua colocação nos recipientes adequados, disponibilizados no local.

Deixe um comentário

error: Content is protected!