Autor angolano Pepetela é o homenageado no festival Escritaria em Penafiel

De 1 a 7 de outubro, a 11ª edição do festival Escritaria, em Penafiel, irá homenagear o autor angolano Pepetela.

As ruas e montras de loja vão “respirar” literatura e ser “contaminadas” pelas obras do autor que já recebeu o Prémio Camões, em 1997. Além disso, vão haver exposições, arte de rua, teatro e música. Pepetela deixará ainda uma frase que marcará a cidade, à semelhança dos autores homenageados nas edições anteriores.

Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos, mais conhecido como Pepetela, nasceu em Benguela, Angola, em 1941. Uma parte significativa da sua obra só foi lançada depois do exílio, destacando-se livros como Muana puó (1978), As aventuras de Ngunga (1979), A geração da utopia (1992), Parábola do cágado velho (1996) e A gloriosa família (1997).

Neste festival já foram homenageados: Urbano Tavares Rodrigues, José Saramago, Agustina Bessa-Luís, Mia Couto, António Lobo Antunes, Mário de Carvalho, Lídia Jorge, Mário Cláudio, Alice Vieira e Miguel Sousa Tavares.

Deixe um comentário

error: Content is protected!