REMATE À CONVERSA: “Muitas vezes, dentro de campo, parece que entramos num cenário de guerra”

Remate à Conversa, Ricardo Teixeira

Este sábado, 4 de maio, o árbitro Ricardo Teixeira foi o convidado do segundo episódio do regresso do podcast “Remate à Conversa”.

Ricardo Teixeira e Eduardo Carvalho, o analista de futebol do Jornal Referência, debateram “A arbitragem no futebol moderno: O olhar de um árbitro”, com moderação de Filipa Rocha.

“Hoje em dia, em Portugal, aquilo que se vê é que as pessoas, ao mínimo erro, ao mínimo detalhe: ‘Já está a favor da outra equipa! Já foi comprado por algo’. E não tem de ser assim, necessariamente, de todo”, comentou Ricardo Teixeira.

Questionado sobre quais ferramentas poderão existir para que essa perceção seja corrigida, ou, pelo menos minimizada, Ricardo Teixeira referiu: “A melhor ferramenta, na minha opinião, é a educação, acima de tudo”.

“Começa logo aí, a educação a todos os níveis, a educação desportiva. E, se começarmos pela base, pela formação, pelos miúdos que começam a jogar futebol de cinco, aos cinco, seis anos, depois, passam para futebol de sete, depois, para futebol de 11… se começarmos por aí a incutir um espírito humano, um espírito em que é competição, não é uma guerra”, continuou.

“Porque aquilo que se vive, muitas vezes, dentro de campo, parece que entramos num cenário de guerra, entramos dentro de um coliseu e é tudo contra todos. Não tem de ser necessariamente assim. Faz parte ganhar, faz parte perder, faz parte empatar. É mesmo assim”, contou Ricardo Teixeira.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Este conteúdo está protegido!!!