Ponte de Lima: Fernando Pimenta ganhou medalha de bronze nos Jogos Olímpicos

Foto: Câmara Municipal de Ponte de Lima

Os Jogos Olímpicos terminaram no passado domingo, dia 8 de agosto. Portugal arrecadou quatro medalhas, sendo que o atleta natural de Ponte de Lima, Fernando Pimenta ganhou a medalha de bronze em Canoagem.

Conquistou a medalha de bronze na prova de K1 1.000 metros, nesta que é a segunda medalha olímpica da sua carreira, marcando mais um momento alto no percurso deste atleta iniciado e consolidado enquanto atleta do Clube Náutico de Ponte de Lima.

Nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, a participação de Portugal regista quatro medalhas, 15 diplomas (distinção entregue aos primeiros oito classificado de um evento), 35 classificações acima do 16.º lugar e um recorde de 57 pontos. Foram ainda batidos três recordes nacionais, cinco recordes pessoais, fixaram-se 17 melhores marcas em Jogos Olímpicos e conseguiram-se 27 melhores classificações de sempre.

O único campeão Olímpico de Portugal foi Pedro Pablo Pichardo, que dominou o salto triplo, com 17,92m, tornando-se o quinto atleta de Portugal a vencer uma medalha de ouro nos Jogos.

No triplo, Patrícia Mamona conquistou a medalha de prata e bateu o recorde nacional por duas vezes e se converteu na primeira portuguesa a passar a barreira dos 15m. No judo, Jorge Fonseca finalizou em até 100kg com a medalha de bronze.

Ana Catarina Monteiro, de Vila do Conde, mereceu ainda uma menção honrosa por se ter tornado a melhor nadadora portuguesa de sempre em Jogos Olímpicos ao ser 11.ª colocada no 200m borboleta.

Quanto aos diplomas Olímpicos de Portugal: 4.º lugar, Auriol Dongmo no Atletismo (lançamento de peso); 5.º lugar, Catarina Costa no Judo (até 48kg); 5.º lugar, Yolanda Hopkins no Surf; 5.º lugar, Liliana Cá no Atletismo (lançamento de disco); 5.º lugar, João Vieira no Atletismo (50km marcha atlética); 7.º lugar, Jorge Lima e José Costa na Vela (49er FX); 7.º lugar, Maria Martins no Ciclismo de Pista (Omnium); 7.º lugar, Teresa Portela na Canoagem de Velocidade (K1 500m); 8.º lugar, Gustavo Ribeiro no Skate (street); 8.º lugar, Equipe de Dressage – Rodrigo Torres, em Fogoso, Maria Caetano, em Fénix de Tineo, e João Torrão, em Equador – no Hipismo (Grand Prix Special); 8.º lugar, Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela na Canoagem de Velocidade (K4 500m)

Em declarações ao Jornal Económico, Marcelo Rebelo de Sousa enalteceu o feito dos atletas portugueses que representaram Portugal nos Jogos Olímpicos, sublinhando que “alcançou a melhor participação de sempre” e que “foram superadas as metas contratualizadas e as expectativas dos Portugueses”. “O adiamento dos jogos, a sua realização numa cidade tão distante e com um clima tão diferente do nosso, foram dificuldades adicionais a uma preparação já de si longa e muito exigente”, apontou para destacar que, “ainda assim, esta equipa, composta por atletas, treinadores, técnicos, médicos, dirigentes, entre outros, esteve à altura do desafio, da responsabilidade e do compromisso”.

Para Marcelo Rebelo de Sousa, este “sucesso desportivo” merece o reconhecimento público do Presidente da República e uma palavra de agradecimento ao trabalho “perene e constante” do Comité Olímpico de Portugal.

No total, participaram 92 desportistas portugueses. De Tóquio, Portugal saiu com quatro medalhas, uma de ouro, de Pedro Pichardo, no Triplo Salto, uma de prata de Patrícia Mamona, na mesma modalidade, e duas de bronze, do judoca Jorge Fonseca e do canoísta Fernando Pimenta.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta