13.ª Jornada da I Liga: Duelo minhoto quase que termina sem luz

Foto: Ana Regina Ramos/Canva

A 13.ª jornada ficou caracterizada pelo triunfo do FC Porto frente ao FC Famalicão por 4-1 e pela subida do FC Paços de Ferreira ao quinto lugar. É ainda de realçar que, no jogo minhoto entre o Moreirense FC e o Vitória SC, a luz foi abaixo a 10 segundos do final do encontro.

Quer o Boavista FC, quer o CD Santa Clara continuam sem alcançar as vitórias nesta I Liga, no jogo entre as duas equipas reinou o empate a uma bola.

Quinta-feira, 07 de janeiro: SC Braga 2 – 1 CS Marítimo

Iuri Medeiros (34 minutos) e Ricardo Horta (67’) marcaram os golos dos ‘arsenalistas’, que somaram o quinto triunfo consecutivo no campeonato em casa, com o angolano Milson (77’) a reduzir para os insulares.

O SC Braga segue na quarta posição, com 27 pontos, enquanto o CS Marítimo está em oitavo lugar, com 14 pontos.

 

Sexta-feira, 08 de janeiro: Rio Ave FC 3 – 0 Portimonense SC

Após um ‘nulo’ ao intervalo, o guineense Pelé inaugurou o marcador aos 51 minutos, através de uma grande penalidade, tendo o japonês Meshino, aos 54, e Carlos Mané, aos 78, aumentado a vantagem da equipa vilacondense, que quebrou uma série de três derrotas seguidas na prova.

O Rio Ave FC deu um ‘salto’ na classificação, para o nono lugar, com 14 pontos, enquanto o Portimonense SC mantém-se com 11 pontos, no 18.º e último lugar.

FC Famalicão 1 – 4 FC Porto

Mehdi Taremi (13 e 58 minutos), Sérgio Oliveira (32), de grande penalidade, e João Mário (89) marcaram os golos dos ‘dragões’, que somaram o sétimo triunfo consecutivo na prova, com Jhonata Robert (20), também de penálti, a fazer o golo dos famalicenses.

Com este triunfo, os campeões nacionais asseguram a segunda posição na tabela classificava, com 31 pontos. O SL Benfica, com quem partilha o segundo lugar, é o próximo adversário dos dragões. O FC Famalicão encontra-se em 16.º lugar com 11 pontos.

 

Sábado, 09 de janeiro: Moreirense FC 2 – 2 Vitória SC

O Moreirense FC inaugurou o marcador aos 15 minutos de jogo, quando Pires, após ganhar ressalto, rematou para o fundo da baliza defendida por Bruno Varela. O Vitória SC chegou ao empate cinco minutos depois, com Marcus Edwards a cabecear para o fundo da baliza, depois do passe de André André.

André André, com um remate à meia volta e depois de um grande cruzamento de Mensah, atirou para o 2-1 aos 68′. Alex Soares aproveitou a defesa incompleta de Bruno Varela depois do remate de Walterson, aos 70 minutos. O jogador acabou por ser substituído enquanto o lance era analisado pelo VAR e voltou a festejar quando já estava com o casaco vestido.

Os últimos segundos da partida foram interrompidos devido a uma falha de iluminação em Moreira de Cónegos. Quando já passavam os três minutos de compensação dados por Artur Soares Dias, o árbitro deixou o Moreirense FC  marcar o lance que seria o último lance do jogo.

O Vitória SC passa a somar 20 pontos na sexta posição e com menos um jogo. Já o Moreirense FC está em 10.º lugar, somando 14 pontos.

Boavista FC 1 – 1 CD Santa Clara

O Boavista FC colocou-se em vantagem aos 20 minutos da partida no Bessa quando Show isolou Nuno Santos com um passe longe que, já no interior da grande área, rematou sem hipótese para Marco, guarda-redes dos açorianos.

Depois de muito ameaçar, o CD Santa Clara chegou ao empate aos 38 minutos de jogo. Cryzan, pela direita, cruzou para o interior da grande área onde Carlos Jr. a desviou para o fundo da baliza axadrezada. Estava feito o empate.

O Boavista FC somou o sétimo jogo sem vencer na Primeira Liga e segue na 17.ª posição, com 11 pontos. Já o CD Santa Clara somou o segundo empate consecutivo e sobe ao sétimo lugar da I Liga, com 15 pontos.

 

Domingo, 10 de janeiro:  SC Farense 3 – 1 Gil Vicente FC

Stojiljkovic aos 10 minutos e Licá aos 15’ abriram caminho ao triunfo, o Gil Vicente FC ainda reduziu perto da meia hora de jogo, por Lourency, mas já perto do fim, aos 84’, Isidoro selou o importante triunfo do conjunto de Faro.

O SC Farense encontra-se na 13.ª posição, com 12 pontos, e o Gil Vicente FC em 12.º lugar, com 13.

Belenenses SAD 0 – 2 FC Paços de Ferreira

Com um golo em cada parte, o primeiro golo da partida foi marcado à passagem do minuto 12, fruto de uma grande penalidade marcada depois de falta de Tomás Ribeiro sobre Hélder. Chamado a converter, Bruno Costa não desperdiçou e fez o 1-0. Aos 90+1′, Diaby cabeceou a bola para o fundo da baliza dos azuis, após cruzamento de João Amaral e estava feito o 2-0.

O FC Paços de Ferreira, com esta vitória, sobe ao quinto lugar, com 22 pontos, e o Belenenses SAD em 14.º lugar, com 12.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta