29.ª Jornada da I Liga: FC Porto empata em Moreira de Cónegos e vê Sporting CP afastar-se

Imagem: Ana Regina Ramos/Canva

Os dragões tiveram um jogo difícil no reduto do Moreirense FC e apenas conseguiram levar um ponto. O Sporting CP ganhou ao SC Braga, ficando o FC Porto a seis pontos do líder leonino.

Domingo, 25 de abril: Boavista FC 0 – 1 CS Marítimo

Um golo do iraniano Ali Alipour, aos 63 minutos, foi suficiente para os insulares somarem a quinta vitória fora e deixarem o lugar de ‘play-off’, para o qual caíram os ‘axadrezados’.

Na classificação, o CS Marítimo passou a somar 30 pontos, estando em 14.º, enquanto o Boavista FC manteve-se com 28 e está em 16.º.

Rio Ave FC 1 – 1 FC Paços de Ferreira

Uilton adiantou os visitantes aos 31 minutos, com Fábio Coentrão, aos 49′, a igualar para os vilacondenses, que terminaram o jogo reduzidos a 10 unidades por expulsão de Ivo Pinto, com vermelho direto, aos 81′.

O empate prolonga a série sem vitórias dos pacenses, quintos no campeonato com 45 pontos, assim como do Rio Ave FC, que soma o sétimo jogo sem ganhar e ocupa agora a 15.ª posição, com 30 pontos.

SC Braga 0 – 1 Sporting CP

Aos 18 minutos, surgiu a expulsão de Gonçalo Inácio, que viu o segundo cartão amarelo, após faltas sobre Gaitán (10′) e Galeno (18′). O único golo da partida foi apontado por Matheus Nunes, aos 81 minutos. Após um pontapé livre ensaiado de Porro, a desmarcar Matheus Nunes, este fugiu à defesa minhota e rematou cruzado, a bater Matheus, que ficou mal na fotografia.

O conjunto ‘verde e branco’ somou, assim, o segundo triunfo nos derradeiros cinco jogos e ambos com grande dificuldade.

Os leões somam agora 73 pontos. Já o SC Braga, que, nos últimos 14 jogos só tinha perdido um frente ao SL Benfica, falhou o assalto ao terceiro lugar do campeonato, ocupado precisamente pelas águias, mantendo-se com 58 pontos.

 

Segunda-feira, 26 de abril: Belenenses SAD 2 – 1 Gil Vicente FC

O Gil Vicente FC ainda esteve na frente do marcador, depois de um golo de Pedro Marques na fase final da primeira parte, aos 43 minutos. O Belenenses SAD deu a volta ao marcador na etapa complementar. Afonso Sousa, aos 51′, empatou o jogo. O golo da vitória dos azuis que jogam no Jamor foi apontado por Francisco Teixeira, aos 90’+1′.

Com esta vitória, o Belenenses SAD está em 10.º lugar, com 34 pontos, ficando cada vez mais próximo de assegurar a manutenção na I Liga, enquanto os gilistas, embora ainda com alguma margem, continuam na zona perigosa, ocupando o 13.º posto, com 31.

CD Nacional 1 – 0 Vitória SC

O tento de Pedro Mendes, obtido logo aos sete minutos, permitiu aos insulares interromperem uma série de 10 jogos consecutivos a perder, bem como dar o primeiro triunfo ao técnico Manuel Machado, ao quinto jogo, enquanto os vimaranenses falharam a aproximação ao quinto lugar da prova, ocupado pelo FC Paços de Ferreira.

Com esta vitória, o CD Nacional mantém a última posição, mas agora com 24 pontos, enquanto o Vitória SC conserva a sexta posição, com 38 pontos, menos sete do que o FC Paços de Ferreira, quinto.

FC Famalicão 2 – 2 CD Tondela

Num encontro em que o resultado ficou fechado ao intervalo, a equipa famalicense chegou a deter dois golos de vantagem, marcados por Ivo Rodrigues (10 minutos) e Leonardo Campana (28), mas os visitantes empataram ‘fora de horas’, por Mario González (45+2) e Jhon Murilo (45+3).

O FC Famalicão passou a somar 31 pontos, mantendo-se nas proximidades da zona de despromoção, enquanto o CD Tondela, que interrompeu uma série de dois triunfos consecutivos, está em situação mais confortável, com 35 pontos, em nono lugar.

Moreirense FC 1 – 1 FC Porto

O primeiro golo da partida foi apontado aos 38 minutos, na sequência de um pontapé de canto curto. David Simão a cruzar e Ferraresi de primeira a atirar de pé esquerdo e a abrir o marcador. Na segunda parte, o FC Porto correu e muito para dar a volta ao resultado.

Esse esforço só começou a dar frutos aos 85 minutos. O árbitro Hugo Miguel assinalou grande penalidade a favor do FC Porto. Mehdi deixa para Toni Martínez, mas este acabou por ser derrubado em falta por Rosic. Foi o próprio Taremi a converter com sucesso a grande penalidade.

Aos 93 minutos, Toni Martínez cabeceou para golo após passe de Mehdi, provocando uma explosão de alegria no banco portista. Porém, o lance foi alvo de VAR e acabou por ser anulado por fora de jogo do avançado espanhol.

Com este empate e depois da vitória do Sporting CP, a equipa de Sérgio Conceição fica a seis pontos do primeiro lugar, enquanto o Moreirense FC é sétimo, com 36 pontos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta