Paredes e Cabeceiras de Basto avançam no plano de desconfinamento

Foto: Martin Sanchez/Unsplash

O Governo anunciou, esta quinta-feira, que os concelhos de Paredes e de Cabeceiras de Basto, da região norte, e Carregal do Sal avançam para a última fase do plano de desconfinamento, que entrou em vigor a 1 de maio. A situação de calamidade a nível nacional foi aprovada até 30 de maio.

Assim, passa a ser possível também nestes concelhos, tal como na generalidade do país: restaurantes, cafés, pastelarias e similares poderão passar a funcionar em esplanada (até 10 pessoas por mesa) e em regime de mesa no interior (até seis pessoas por mesa) até às 22h30 durante a semana e ao fim de semana; salas de espetáculos poderão manter-se abertas até às 22h30 à semana e ao fim de semana; as lojas e centros comerciais passarão a poder manter-se abertos até às 19h00 aos fins de semana e feriados. Regressam ainda todas as modalidades desportivas, a atividade física ao ar livre e os ginásios por completo, bem como os grandes eventos exteriores e interiores (sujeitos a lotação definida pela Direção-Geral da Saúde), sendo que casamentos ou batizados terão a lotação máxima de 50% dos recintos.

Nestes concelhos que estão na última fase do plano de desconfinamento será também possível a reabertura da atividade dos equipamentos itinerantes de diversão, dos parques de diversão infantil de natureza privada, ainda que na dependência de autorização da DGS, e dos parques aquáticos e o horário das atividades desportivas passa a ser até às 22h30.

O concelho de Resende mantém-se na fase de desconfinamento de dia 5 de abril, assim como a freguesia de São Teotónio, em Odemira. Esta fase inclui: funcionamento de lojas até 200 metros quadrados com porta para a rua; feiras e mercados não alimentares (por decisão municipal); funcionamento de esplanadas (com a limitação máxima de quatro pessoas por mesa) até às 22h30 nos dias de semana e até às 13 horas aos fins de semana; prática de modalidades desportivas consideradas de baixo risco; atividade física ao ar livre até quatro pessoas e ginásios sem aulas de grupo; funcionamento de ginásios sem aulas de grupo; e funcionamento de equipamentos sociais na área da deficiência.

Lamego e também Arganil recuam no plano de desconfinamento, aplicando-se as medidas correspondentes ao dia 19 de abril: abertura de todas as lojas e centros comerciais; restaurantes, cafés e pastelarias (com o máximo de quatro pessoas por mesa no interior ou seis por mesa em esplanadas), até às 22h30 nos dias de semana ou 13 horas nos fins de semana e feriados; reabertura de cinemas, teatros, auditórios, salas de espetáculos; reabertura das lojas de cidadão com atendimento presencial por marcação; permitida a prática de modalidades desportivas de médio risco, de atividade física ao ar livre até seis pessoas, da realização de eventos exteriores com diminuição de lotação (cinco pessoas por 100 metros quadrados) e casamentos e batizados com 25% de lotação.

Em conferência de imprensa, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, referiu ainda que os seguintes concelhos se encontram em situação de alerta: Albufeira, Alvaiázere, Castelo de Paiva, Fafe, Golegã, Melgaço, Montalegre, Oliveira do Hospital, Torres Vedras, Vale de Cambra, Vila Nova de Poiares e Odemira.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta