30ª. Jornada I Liga: Vitória SC dá goleada frente ao FC Paços de Ferreira

Foto: Ana Regina Ramos/Canva

Depois de vários desaires, o Vitória SC deu uma goleada de quatro golos frente ao FC Paços de Ferreira. Também o Moreirense FC venceu o CD Tondela e saiu da zona de despromoção da I Liga.

Sexta-feira, 15 de abril: FC Famalicão 2 – 2 Gil Vicente FC 

Simon Banza, aos 18 minutos, deu vantagem aos FC Famalicão. Dolcek abriu na esquerda, Jhonder, nas costas de Talocha, serviu de cabeça Banza que finalizou de primeira. Aos 20 minutos, Élder Santana empatou para os gilistas. Após canto a favorecer a equipa de Barcelos, Talocha cabeceou e a bola sobrou para Élder Santana que, ao primeiro poste, atirou para o fundo da baliza e fez o empate. 

Aos 37 minutos, Pêpê, de grande penalidade, voltou a colocar o FC Famalicão na frente, após mão na bola de Zé Carlos. Penálti clássico com a bola a ir para um lado, Frelih para o outro. Aos 89 minutos, o Gil Vicente FC empatou, também de grande penalidade, pelo suplente Fran Navarro, na conversão de uma grande penalidade, por falta de Batubinsika sobre Aburjania. Quase a terminar, o guardião Luiz Júnior impediu o Gil Vicente FC de vencer, com três grandes defesas. 

O Gil Vicente FC reforçou o quinto lugar, passando a contar 47 pontos, enquanto o FC Famalicão, ascendeu ao 13.º posto, com 29. 

Vitória SC 4 – 0 FC Paços de Ferreira 

Tiago Silva, aos seis minutos, de grande penalidade, inaugurou o marcador, após falta de Maracás sobre Bruno Duarte. André Ferreira ainda adivinhou o lado do remate de Tiago Silva, mas não conseguiu evitar o golo do vimaranense.  

Bruno Duarte, aos 45′, fez o 2-0, num lance onde saltou mais alto que todos e desviou, com sucesso, um centro de Rafa Soares. Aos 67′, Bruno Duarte bisou na partida, na recarga de uma grande penalidade desperdiçada por André Almeida. O lance nasce de uma falta de Luiz Carlos na área pacense. O jogador dos Castores viu amarelo, o segundo no encontro, e foi expulso. 

Rúben Lameiras, aos 86′, em novo castigo máximo, fechou as contas do jogo e confirmou a goleada dos de Pepa.  Inicialmente, Hélder Malheiro deixou o jogo seguir, mas depois de avisado pelo VAR foi ver um lance de possível mão de Uilton na área e marcou grande penalidade, a terceira do encontro, todas contra o FC Paços de Ferreira. 

Com este triunfo, o Vitória SC passou a contar 42 pontos, menos cinco do que o Gil Vicente FC (quinto) e mais seis do que o FC Paços de Ferreira, que acabou com 10, face à expulsão de Luiz Carlos (64 minutos), e é oitavo, com 36. 

 

Sábado, 16 de abril: Moreirense FC 2 – 0 CD Tondela 

O Moreirense FC saiu da zona de despromoção direta da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o CD Tondela. O brasileiro Rafael Martins, aos 40 minutos, e o internacional belga Kevin Mirallas, aos 45’+2′, apontaram os tentos do segundo triunfo consecutivo do conjunto de Moreira de Cónegos. 

Na classificação, o Moreirense FC subiu para 16.º, com 26 pontos, mais um do que o CD Tondela, que caiu de 16.º para 17.º. 

Belenenses SAD 1 – 0 FC Vizela 

Um golo do senegalês Baraye, aos 29 minutos, materializou o triunfo dos ‘azuis’, que pontuaram pela quinta vez nos derradeiros seis jogos. 

O Belenenses SAD continua em último, mas agora com 24 pontos, enquanto o FC Vizela caiu para o 14.º posto, mantendo-se com 29. 

CS Marítimo 4 – 0 Boavista FC 

O brasileiro Matheus Costa abriu o marcador, aos 41 minutos, seguindo-se três golos do camaronês Joel Tagueu, aos 45’+3′, 63′ e 69′, o segundo de penálti, que acabaram com séries de duas derrotas consecutivas e quatro jogos sem ganhar dos insulares. Tiago Morais, do Boavista FC foi expulso já após o 4-0. 

O CS Marítimo passou a somar 36 pontos e é sétimo, enquanto o Boavista FC manteve-se com 33, no 11.º posto. 

FC Porto 7 – 0 Portimonense SC 

Logo aos 3 minutos de jogo, os dragões ameaçaram o guardião adversário: remate de Fábio Vieira (3’), que voltou a criar perigo minutos depois, num cruzamento que só não parou na cabeça de Evanilson devido ao corte de Lazaar. Otávio ganhou um ressalto e abriu na esquerda para Fábio Vieira, cruzou para Taremi, que recebeu no meio de dois centrais, rodou e atirou sem hipóteses para Payam, assinando o primeiro golo da noite.  

Aos 28 minutos, na sequência de um canto à direita, o desvio de Taremi ficou perdido nas pernas de um defesa, mas o iraniano conseguiu sacudir para a zona de Grujic e o sérvio aumentou a vantagem. Pouco depois, Lazaar carregou Otávio sobre as costas e o árbitro não teve dúvidas: grande penalidade. Frente a frente com o companheiro de seleção, Taremi enganou Payam e atirou para o meio da baliza. 

A cinco minutos do intervalo, numa grande jogada coletiva, Otávio abriu em Pepê e este deixou para Evanilson, que, na cara de Payam, faz o 4-0. Logo a abrir a segunda metade, festejou o quinto golo da noite: cruzamento perfeito de Fábio Vieira ao segundo poste e Taremi, num cabeceamento de cima para baixo, a fazer o ‘hat-trick’. 

Pepe aproveitando uma saída em falso de Payam, depois de um canto de Vitinha, estreou-se a marcar esta temporada. Aos 60′, Taremi disparou ao poste, Francisco Conceição, mais rápido que a defesa algarvia, recolheu o ressalto e serviu Evanilson para o 7-0 final. 

O FC Porto mantém a liderança da tabela classificativa, com 82 pontos, enquanto o Portimonense SC é 12º, com 32. 

 

Segunda-feira, 18 de abril: GD Estoril Praia 0 – 0 SC Braga 

A primeira parte do encontro começou com um primeiro aviso do SC Braga, mas foi o GD Estoril Praia a equipa mais perigosa nos primeiros 45 minutos, com Matheus a exibir-se a um bom nível na baliza forasteira. 

Na segunda parte, as ocasiões de golo foram surgindo amiúde junto das duas balizas, mas foi o SC Braga que terminou o encontro ‘por cima’ e a ameaçar o golo. Um golo que quase surgiu para os minhotos no último lance do jogo. 

Com este resultado, o SC Braga mantém-se no quarto lugar, agora com 56 pontos. Já o GD Estoril Praia está no 10.º posto, com 35 pontos. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta