FC Porto alcança a dobradinha ao vencer a Taça de Portugal

Foto: FC Porto

Os dragões venceram o CD Tondela por 3-1, na final da Taça de Portugal. O Estádio Nacional do Jamor juntou milhares de adeptos para assistirem à prova rainha do futebol português.

Desde o início que o FC Porto dominou a partida e se instalou no meio campo da equipa do CD Tondela. O primeiro lance de destaque aconteceu aos oito minutos, quando os dragões ficaram a pedir penálti por carga de Modibo Sagnan sobre Pepê, mas o árbitro Rui Costa mandou seguir.

Não passou muito tempo para o Estádio Nacional tremer com uma grande defesa de Niasse após um remate de Pepê. A bola ainda foi à trave, mas o lance acabou por ser interrompido por fora de jogo de Taremi. Mesmo assim, Rui Costa foi alertado pelo VAR por possível mão na bola de Marcelo Alves, foi ver as imagens e assinalou o castigo máximo. O avançado iraniano não vacilou e inaugurou o marcador.

Já perto do intervalo, aos 46 minutos, os azuis e brancos estiveram perto de fazer o segundo golo. Depois de uma boa jogada de contra-ataque, Pepê recebeu de Mehdi Taremi, tocou de calcanhar para Evanilson que rematou de pé direito, mas atirou ao lado. No recomeço do jogo, para a segunda parte, o FC Porto continuou em alta.

Aos 52 minutos, chegou mesmo o 2-0 por parte da equipa de Sérgio Conceição: Pepê combinou com Vitinha e, com um passe, devolveu a bola ao jovem médio azul e branco que, perante Niasse, atirou a contar e aumentou a vantagem dos portistas.

Aos 64 minutos, novamente oportunidade para o FC Porto marcar mais um golo. Pepê caiu na área depois de um contacto com Sagnan e o árbitro Rui Costa apontou novamente para a marca dos onze metros. Mas, desta vez, Taremi tentou colocar a bola longe do alcance de Niasse e acabou por acertar em cheio no ferro.

Dez minutos depois, foi o CD Tondela a marcar por Neto Borges, com um cabeceamento a fulminar Marchesín, na sequência de um cruzamento de Salvador Agra. A festa durou pouco porque o adversário fez o 3-1 minutos depois. Otávio picou para Taremi, que de primeira atira para o fundo da baliza tondelense.

Com este triunfo no Estádio Nacional, o FC Porto alcançou a dobradinha.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta