26ª Jornada da I Liga: Sintonia do empate deixa campeonato ao rubro

Esta semana começou a primavera, mas os últimos dias foram bem chuvosos para dragões e águias, mesmo que o sol tenha estado sempre lá fora. O Benfica deixou o primeiro lugar à mercê do Futebol Clube do Porto, ao empatar na Mata Real, mas o clube azul e branco não aproveitou a ocasião. Em Alvalade, Bas Dost voltou a estar em destaque: mais dois golos para a conta pessoal.

Sexta-feira, 16 de Março de 2017: Estoril 0 – 0 Boavista

A jornada 26 começou no estádio António Coimbra da Mota com o jogo entre o Estoril e o Boavista que terminou empatado, sem golos.

Com o campeonato a aproximar-se da reta final, a equipa de Pedro Emanuel jogou sob alguma pressão na luta por pontos, no entanto, e apesar de ter sido superior, os estorilistas não foram eficazes.

Do outro lado, o Boavista fez uma boa gestão do jogo, foi inteligente e soube aguentar a pressão para sair do jogo com um ponto.

Com este empate, o Estoril mantém o perigoso 15º lugar com apenas 22 pontos, enquanto que o Boavista ocupa o oitavo lugar com 34 pontos.

Sábado, 18 de Março de 2017: Belenenses 1 – 2 SC Braga

O Sporting de Braga regressou às vitórias fora de casa três meses depois. A equipa de Jorge Simão viajou até Lisboa para defrontar e vencer o Belenenses por 2-1.

O primeiro golo do jogo foi a equipa da casa a marcar, mas na própria baliza, por intermédio de Florent (1’), aos 19 minutos, Rui Fonte ampliou a vantagem. Ainda na primeira parte, a equipa da casa reduziu aos 23 minutos, através de uma grande penalidade.

Com esta vitória, os bracarenses seguraram o quarto lugar, alcançando os 46 pontos, enquanto que o Belenenses somou a segunda derrota consecutiva ocupando o décimo lugar.

Moreirense 1 – 1 Tondela

A esperança na manutenção do lugar na primeira liga já foi maior para o Moreirense e o Tondela. Os dois clubes empataram, este sábado, a uma bola, em Moreira de Cónegos.

O marcador foi inaugurado pelo Tondela, com um golo de Kaká, ao minuto 21. A equipa conseguiu segurar a vantagem até aos últimos minutos da partida, mas a sede de pontos por parte da equipa da casa obrigou à pressão.

O clube de Moreira de Cónegos acabaria por chegar ao empate, através de um cabeceamento de Sougou, ao minuto 84.

O resultado não foi favorável a nenhuma das equipas, uma vez que o Tondela continua no fim da tabela classificativa e o Moreirense, com mais quatro pontos do que o último classificado, em antepenúltimo.

Sporting 2 – 0 Nacional

No Estádio José de Alvalade, o encontro entre o Sporting e o Nacional da Madeira resolveu-se ainda na primeira parte.

A equipa da casa abriu o marcador ao minuto 13, por intermédio de Bas Dost. Gelson tentou fazer o segundo, rematou, a bola bateu num jogador do Nacional e o autor do primeiro golo empurrou a bola para a baliza adversária. O golo acabaria por ser anulado, já que a equipa de arbitragem considerou que o jogador holandês estava em posição irregular.

Bas Dost estava destemido a marcar e, ainda antes do final da primeira parte, bisou. O jogador leonino alcançou os 24 golos no campeonato e passou, temporariamente, à frente de Lionel Messi e Aubameyang, na luta pelo prémio de melhor marcador da Europa.

O que o Sporting ainda não sabia é que a vitória lhe tinha dado uma recuperação de dois pontos, em relação aos rivais, que acabariam por escorregar.

Os leões somam, assim, 54 pontos e seguem no terceiro lugar do campeonato.

Paços de Ferreira 0 – 0 Benfica

O jogo na Mata Real acabou sem golos para o Paços de Ferreira e para o Benfica.

Antes do clássico Benfica vs. FC Porto, o líder do campeonato escorregou e deixou escapar dois pontos na partida frente ao Paços de Ferreira.

As águias caminhavam para a sétima vitória consecutiva no campeonato. O Paços de Ferreira decidiu impedi-las. Ao minuto 25, Eliseu teve nos pés aquele que poderia ter sido o primeiro golo da equipa encarnada. Um forte remate de fora da área ainda fez levantar os adeptos benfiquistas, mas a bola acabaria por bater no poste.

O Benfica mostrou supremacia na Mata Real, mas não foi capaz de ultrapassar a defesa da equipa adversária e o marcador deixou-se ficar nos zeros.

O árbitro fazia soar o apito final na Capital do Móvel e a liderança estava à mercê do Futebol Clube do Porto.

 

Domingo, 19 de Março de 2017: Marítimo 3 – 1 Arouca

O Marítimo recebeu o Arouca em casa, este domingo, e o resultado começou por não ser favorável à equipa madeirense, que acabou por vencer por 3-1.

Os visitantes entraram na partida em vantagem, com um golo de Sami ao minuto 20. Já nos últimos minutos da primeira parte, Zainadine inaugurou o marcador e as equipas foram para intervalo com um empate.

A reviravolta aconteceu ao início da segunda metade do jogo, com um golo de Keita. Ao minuto 73, Fransérgio fechou o marcador e deixou a equipa da casa mais aliviada.

O Marítimo reforçou, assim, o sexto lugar na tabela classificativa, com 40 pontos. O Arouca, por sua vez, continua em 14º lugar, com 27 pontos.

FC Porto 1 – 1 Setúbal

Depois do empate do Benfica na Mata Real, o assalto à liderança estava totalmente nas mãos do FC Porto, mas os dragões falharam e empataram em casa contra o Setúbal.

A equipa azul e branca entrou em campo com uma missão que poderia decidir o campeonato: conquistar os três pontos e alcançar o primeiro lugar no campeonato.

Um golo de Corona antes do fim da primeira parte do jogo deu a vantagem ao FC Porto, que foi para o intervalo com a liderança do campeonato nas mãos.

Tinham passado pouco mais de dez minutos desde o início da segunda parte da partida, quando João Carvalho igualou o marcador e roubou os dois pontos que dariam o primeiro lugar aos dragões.

O FC Porto culpa a equipa de arbitragem pelo resultado e queixa-se de três grandes penalidades por assinalar. O que é certo é que deixou escapar a oportunidade de passar à frente do tricampeão Benfica e manteve-se no segundo lugar da tabela, com um ponto de atraso.

Feirense 3 – 2 Chaves

O Feirense venceu o Chaves por 3-2, num jogo inesperado e cheio de golos.

A equipa transmontana entrou no jogo com o pé direito. Bressan inaugurou o marcador ao minuto 44 e, dois minutos depois do início da segunda parte, Fábio Martins aumentou a vantagem para o Chaves.

Não tardou muito até que a equipa da casa começasse a reviravolta no marcador. Tiago Silva fez o primeiro golo do Feirense, Luís Machado empatou e, ao minuto 81, Etebo fez o golo da vitória para o clube de Santa Maria da Feira.

O Feirense somou a segunda vitória consecutiva no campeonato e subiu à 11ª posição. O Chaves conta já com quatro jogos seguidos sem vencer e segue no nono lugar, com 33 pontos.

Vitória de Guimarães 3 – 0 Rio Ave

O Vitória de Guimarães recebeu em casa o Rio Ave, este domingo, e regressou às vitórias, com três golos.

Após dois empates consecutivos, o Vitória esteve perto do terceiro, depois de uma primeira parte sem golos de parte a parte.

Na segunda parte da partida, o destino dos vimaranenses mudou com os golos de Rafael Martins, Hêrnani e Teixeira, batendo o Rio Ave por 3-0.

O Vitória de Guimarães segue na quinta posição do campeonato e o Rio Ave mantém o sétimo lugar.

Mónica Moreira e Filipa Mesquita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Este conteúdo está protegido!!!