Começou nova fase no apoio à aquisição de medicamentos em Lousada

Foto: Câmara Municipal de Lousada

No início deste mês de janeiro, foram entregues os primeiros cartões do município de Lousada inseridos no Programa ABEM: Rede Solidária do Medicamento, correspondendo ao início de uma nova fase no apoio à aquisição de medicamentos por parte da população mais carenciada.

O protocolo foi assinado no ano passado com a Associação Dignitude, uma instituição particular de solidariedade social, que nasceu da parceria entre o setor social – Cáritas Portuguesa e Plataforma Saúde em Diálogo – e o setor da saúde – Associação Nacional das Farmácias, Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica e em que se incluem todas as farmácias do concelho.

“A colocação em prática deste protocolo torna possível uma maior abrangência, justiça e discrição na atribuição de medicamentos à população mais vulnerável, permitindo por outro lado um maior cruzamento de dados, agilidade de procedimentos e facilidade de obtenção dos fármacos junto das farmácias lousadenses”, referiu o vereador da Ação Social, Nelson Oliveira. O vereador acrescentou ainda que, “face aos dados conhecidos a nível nacional, um em cada 10 portugueses não compra os medicamentos prescritos pelos médicos por não ter possibilidades económicas” e que, com este protocolo, pretende-se uma “ajuda superlativa, mais rápida e que chegue a muito mais pessoas que realmente necessitam de ajuda para que desta forma melhorem a sua saúde e qualidade de vida”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta