4.ª Jornada da I Liga: Empate no clássico marca a jornada

Imagem: Ana Regina Ramos/Canva

O primeiro clássico da temporada 2020/21 ficou marcado pelo empate a duas bolas no Estádio de Alvalade. É de realçar ainda que o Famalicão empatou 3-3 contra o Farense e o Vitória SC venceu por uma bola os axadrezados.

 

Sábado, 17 de outubro: Gil Vicente FC 1 – 1 CD Tondela

O Tondela entrou mal no jogo em Barcelos, com o guarda-redes a ser expulso aos 12 minutos de jogo. O Gil Vicente é o primeiro a inaugurar o marcador, aos 25 minutos, por Lino. Mesmo com menos um jogador em campo, o Tondela consegue empatar aos 58 minutos, por Filipe Ferreira.

Com este resultado, o Gil Vicente subiu ao sétimo lugar, com cinco pontos, e o Tondela tem apenas dois e ocupa 16.ª posição na tabela classificativa.

 

SC Braga 2 – 1 CD Nacional

O primeiro golo da partida apenas surgiu antes dois minutos do passar da meia hora de jogo, com Fransérgio a dar vantagem à equipa da casa. O guarda-redes do CD Nacional bem tentou evitar o golo, mas sem sucesso. Ainda na primeira parte, desta vez com Iuri Medeiros, aos 42 minutos, alargou a vantagem para o 2-0.

O CD Nacional consegue reduzir já na segunda parte, com Nuno Borges a fazer o 2-1, aos 86 minutos de jogo.

Com este resultado, o SC Braga soma seis pontos e o CD Nacional mantém os cinco pontos, após sofrer a primeira derrota no campeonato.

Sporting CP 2 – 2 FC Porto

A equipa de Sérgio Conceição procurava o triunfo após a derrota frente ao Marítimo na terceira jornada. Contudo, os leões entraram mais forte no jogo e aos oito minutos acabou mesmo por marcar: Nuno Santos atirou para o fundo das redes do adversário e sem hipóteses para Marchesín. O golo não desmoralizou o FC Porto e o Sporting CP sentia dificuldades em sair com a bola. Até que Uribe empata o marcador, aos 25 minutos. Corona, já aos 45 minutos, dá a vantagem aos azuis e brancos.

A primeira parte ficou, ainda, marcada por um penálti assinalado pelo árbitro Luís Godinho a favor do Sporting, mas que depois de rever as imagens do VAR reverteu a situação. Rúben Amorim acabou expulso na sequência do lance.

Na segunda parte, o Sporting CP foi à procura do empate até que, aos 88 minutos, Vietto conseguiu igualar o marcador a duas bolas.

 

Domingo, 18 de outubro: Belenenses SAD 0 – 0 Moreirense FC

Nesta quarta jornada, Belenenses SAD e Moreirense FC anulam-se no jogo disputado no Estádio Nacional. Com este resultado, as duas formações ficam igualadas na tabela classificativa, com cinco pontos, e ambas somam um triunfo, dois empates e uma derrota.

FC Paços de Ferreira 2 – 1 CD Santa Clara

Oleg Reabciuk colocou a equipa da casa em vantagem já ao passar da meia hora de jogo, aos 35 minutos. O CD Santa Clara apenas consegue igualar o marcador na segunda parte na Capital dos Móveis, aos 69 minutos, com Thiago Santana a marcar. Minutos depois, é a vez de Douglas Tanque, aos 72 minutos, dar a vantagem ao FC Paços de Ferreira.

Com este resultado, a equipa da casa subiu à 12.ª posição da tabela classificativa e estreou-se a ganhar nesta época, dando também a primeira derrota o CD Santa Clara, que está em quarto lugar, com sete pontos.

SC Farense 3 – 3 FC Famalicão

A equipa algarvia foi para intervalo a vencer por 2-0 frente ao FC Famalicão. O primeiro golo da partida surgiu aos quatro minutos de jogo, por Eduardo Mancha e o segundo aos 25 minutos, por César Martins.

No segundo tempo, foi a vez do FC Famalicão dar a volta ao marcador. Estava a perder 2-0, mas rapidamente começou a vencer por 3-2. Aos 65 minutos, Ruben Lameiras reduziu através de um penálti. Aos 73 minutos, novamente Lameiras a marcar pela equipa famalicense. Aos 80 minutos é a vez de Bruno Jordão dar vantagem ao FC Famalicão. Contudo, já nos descontos finais após a expulsão de Herrera, o SC Farense empata aos 94 minutos, por Brian Mansilla.

Na tabela, o FC Famalicão está com cinco pontos, enquanto o SC Farense soma o seu primeiro ponto e está em último lugar, na 18.ª posição.

Rio Ave FC 0 – 3 SL Benfica

Aos oito minutos, Waldschmidt marca o primeiro para a equipa encarnada. O Rio Ave FC tentou reagir e chegar ao empate, com Francisco Geraldes a tentar cruzar para Bruno Moreira, que não chega a tempo para o desvio, mas o lance foi anulado por fora de jogo. Aos 20 minutos, o SL Benfica faz o segundo, desta vez, com Darwin a finalizar, mas o VAR invalida o lance por fora de jogo. Já em cima do intervalo é que realmente surge o segundo golo, novamente com Waldschmidt.

Com uma vantagem confortável, as águias reduziram a intensidade de jogo e o Rio Ave FC foi ganhando mais espaço chegando mesmo a ameaçar a baliza de Vlachodimos, mas sem sucesso. Aos 84 minutos, foi o SL Benfica que marcou o terceiro golo da noite, com um remate de Gabriel.

Com esta vitória, o SL Benfica reforçou a liderança, colocando-se cinco pontos à frente da concorrência. Com quatro triunfos em quatro jornadas, os encarnados somam agora 12 pontos, enquanto o Rio Ave FC sofre a primeira derrota da época e continua com três pontos, em 15.º lugar.

 

Segunda-feira, 19 de outubro: Boavista FC 0 – 1 Vitória SC

Último jogo da 4.ª jornada e com o triunfo do Vitória SC e em que João Henriques se estreou como técnico da equipa vimaranense.

Marcus Edwards marcou o único golo da partida no Bessa, aos 19 minutos. Este é o segundo triunfo consecutivo do Vitória SC, que está em quinto lugar com sete pontos, enquanto o Boavista FC ainda não venceu nenhum jogo esta temporada e está em 17.º com dois pontos apenas.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta