“Nostalgia Inquietante” representa “viagem emocional” de jovem escritora de Famalicão

Foto: Vera Carvalho

“Nostalgia Inquietante” é o nome do segundo livro de poesia de Vera Carvalho, uma jovem escritora de Vila Nova de Famalicão.

Este livro representa “uma viagem emocional” por aquilo que foi “vivenciando, sentindo e pensando ao longo dos últimos anos”, sendo que os poemas refletem mais diretamente aquilo que sentiu e que gostaria de ter dito.

“Além disso, tanto fala de amor, como de desamor, de saudade, de tempo, de lugares que visitei e fui feliz, como também fala da morte de um familiar, que acabou por mudar bastante a minha visão da importância da vida… Enfim, acho que, no fundo, representa uma nostalgia boa, que me lembra de pessoas, lugares e sentimentos que foram bons, apesar de alguns já não se poder repetir ou reavivar de alguma forma”, contou ao Jornal Referência.

A pandemia da Covid-19 acabou por ter “uma influência bastante positiva” nesta obra. “A pandemia veio para nos obrigar indiretamente a parar e a olhar para dentro de nós. Sinto que mudei bastante a todos os níveis da minha vida. Mudei muito a minha perspetiva em relação à própria vida e a algumas situações que se estavam a passar comigo. Com esse esclarecimento (e talvez alívio), consegui escrever poemas fora da temática do meu primeiro livro e a escrever desde outro ponto de vista o ‘Eterno Inferno’”, acrescentou.

Foto: Vera Carvalho

Em 2019, Vera Carvalho lançou o seu primeiro livro de poesia “Eterno Inferno”, que “acaba por se relacionar” com esta última obra, tendo alguns poemas dedicados à pessoa sobre a qual fala no primeiro trabalho. “A diferença é que neste não é o foco principal. Uma vez que este segundo livro aborda várias temáticas que se foram passando (e clareando) na minha vida”, esclarece a jovem.

O livro pode ser adquirido no site da Amazon e existe tanto na versão física como digital, embora a versão digital apresenta-se mais dinâmica e tem informações extras que não aparecem no livro impresso.

Ana Regina Ramos e Joana Aleixo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta