33.ª Jornada I Liga: FC Porto sagra-se campeão pela 30.ª vez

Foto: Ana Regina Ramos/Canva

O FC Porto é campeão nacional da temporada 2021/2022. Os dragões venceram apenas por um golo o jogo contra o SL Benfica e bastou para voltar a fazer a festa na Luz. O Gil Vicente FC, ao triunfar frente ao CD Tondela, também assegurou a ida às competições europeias.

Sexta-feira, 06 de maio: Boavista FC 1 – 1 Vitória SC 

O Boavista FC e o Vitória SC empataram a um golo, no jogo de abertura da 33.ª e penúltima jornada da I Liga portuguesa de futebol, com os vimaranenses a complicarem a luta pelo quinto lugar. 

Depois de um tiro de Rafa Soares, que Bracalli defendeu com dificuldades aos 19 minutos, os minhotos chegaram à vantagem aos 25 minutos. Tiago Silva marcou um canto ao primeiro poste, onde apareceu Óscar Estupiñán a desviar de cabeça e fazer o 1-0 no Bessa. 

O Boavista FC voltou melhor no segundo tempo e ameaçou o empate aos 47 minutos, novamente por Hamache, mas Bruno Varela negou-lhe as intenções. O esquerdino apareceu sozinho na zona de finalização e desviou de cabeça, mas o guardião minhoto defendeu para canto. 

De tanto ameaçar, o Boavista FC finalmente marcou, aos 70 minutos. Acabado de entrar em jogo, Ntep combinou com Makouta e marcou na primeira vez que tocou na bola. A tarefa de Pepa ficou mais difícil quando Mumin foi expulso aos 76 minutos, com duplo amarelo, deixando os conquistadores reduzidos a dez elementos. 

Com 45 pontos, o Vitória SC, que somou o terceiro empate consecutivo, garantiu o sexto lugar na prova, que ainda pode dar acesso às provas europeias, caso o FC Porto vença a Taça de Portugal. Com a manutenção já assegurada, o Boavista FC soma 37 pontos e está em 11.º lugar. 

 

Sábado, 07 de maio: GD Estoril Praia 1 – 0 Moreirense FC 

André Franco marcou, aos 64 minutos, o único golo do encontro, permitindo ao GD Estoril Praia regressar aos triunfos, após seis jogos sem vencer, num encontro em que o Moreirense FC desperdiçou uma grande penalidade aos 90’+4′, por Yan Mateus, quando já jogava em superioridade numérica, por expulsão de Bernardo Vital (84). 

Com esta derrota, o Moreirense FC mantém-se na 17.ª e penúltima posição, com 26 pontos. O GD Estoril Praia é oitavo, com 39. 

SL Benfica 0 – 1 FC Porto 

O FC Porto é campeão nacional de futebol pela 30.ª vez na sua história. Em pleno Estádio da Luz, frente ao SL Benfica, os dragões só precisavam de não perder para terminarem com as dúvidas em relação ao título, mas acabaram por ganhar com um golo mesmo ao cair do pano. Zaidu foi o herói.  

Os primeiros 15 minutos foram, então, de domínio encarnado, territorial e em termos de posse de bola. A primeira oportunidade clara de golo pertenceu ao FC Porto, à passagem do minuto 15. A segunda parte arrancou com o FC Porto a entrar mais forte e a ameaçar o golo logo no primeiro lance dos segundos 45 minutos. Aos 52 minutos, Darwin até chegou a festejar golo, mas o lance foi invalidado por fora de jogo.  

Os minutos foram passando e foram surgindo mais e mais picardias entre os jogadores. Muitos protestos, muitos desentendimentos entre os jogadores e vários cartões amarelos e até um cartão vermelho para um elemento do banco de cada lado. 

O FC Porto tem 88 pontos, enquanto o SL Benfica tem 71 e está na terceira posição da tabela classificativa. 

 

Domingo, 08 de maio: Gil Vicente FC 3 – 0 CD Tondela  

O Gil Vicente FC assegurou o quinto lugar na I Liga portuguesa de futebol e uma inédita qualificação para as competições europeias, ao vencer em casa o CD Tondela, por 3-0. 

O Gil Vicente FC, em vantagem numérica desde os 39 minutos, por expulsão de Marcelo Alves, regressou aos triunfos, com golos de Fujimoto (56 minutos) e Samuel Lino (63′ e 76′).  

O Gil Vicente FC tem 51 pontos, enquanto o CD Tondela é 16.º, com 27. 

FC Vizela 1 – 1 CS Marítimo 

O FC Vizela conseguiu assegurar a manutenção na I Liga de futebol, a uma jornada para o final da prova. A formação de Álvaro Pacheco empatou na receção ao CS Marítimo a uma bola e consegue, assim, a tão desejada permanência, no ano em que regressou ao convívio dos ‘grandes’. 

Kiko Bondoso (56 minutos) deu vantagem ao FC Vizela, mas Rafik Guitane (61′) empatou para o CS Marítimo, que já tinha garantido a manutenção.  

O FC Vizela encontra-se na 14.ª posição, com 33 pontos, enquanto o CS Marítimo é nono, com 38. 

SC Braga 1 – 0 FC Arouca 

Em Braga, o golo número 92 de Horta pelos bracarenses, marcado aos 87 minutos, valeu o terceiro triunfo consecutivo à equipa da casa, que segue no quarto lugar do campeonato com 65 pontos. 

Já o FC Arouca, 15.º classificado, um lugar acima da zona de ‘play-off’ de manutenção, somou 30 pontos e assegurou a manutenção na I liga. 

CD Santa Clara 1 – 0 FC Paços de Ferreira 

O CD Santa Clara impôs-se em casa por 2-0 a um FC Paços de Ferreira em inferioridade numérica desde os cinco minutos. No Estádio de São Miguel, Lincoln, num livre direto resultante da jogada que valeu a expulsão com vermelho direto do guarda-redes pacense Igor Vekic logo aos cinco minutos, marcou o primeiro golo dos açorianos, aos nove, com Ricardinho (67′) a fechar a contagem.  

O FC Paços de Ferreira desceu ao 10.º posto, com 38 pontos, enquanto o CD Santa Clara está na sétima posição, com 40. 

 

Segunda-feira, 09 de maio: Belenenses SAD 2 – 3 FC Famalicão 

Alex Nascimento (44 minutos), na própria baliza, e Baraye (90’+3′) marcaram para os ‘azuis’, mas Adrián Marín (67′), Bruno Rodrigues (76′) e Pepê (90’+5′) garantiram o triunfo ao FC Famalicão, que subiu ao 12.º posto, com 36 pontos. 

Com uma jornada por disputar, o Belenenses SAD é 18.º e último classificado, com 25 pontos. Este resultado permitiu ao FC Arouca assegurar a manutenção no principal escalão do futebol português.  

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta