Amarante integra Rede Intermunicipal e Integrada de Apoio à Vítima

Foto: Ana Regina Ramos

Amarante já faz parte da Rede Intermunicipal e Integrada de Apoio à Vítima. Com esta parceria pretende-se a implementação de uma ação estratégica e de multirregulação local da prevenção e combate à violência de género.

Em causa está a criação de estruturas de atendimento, o acompanhamento e apoio especializados nas dimensões social, psicológica e jurídica às vítimas de violência doméstica nos municípios do território da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM-TS).

A Rede Intermunicipal e Integrada de Apoio à Vítima, subscrita pelos onze municípios da CIM-TS, é resultado de uma candidatura ao Programa Operacional Inclusão Social e Emprego. Tem como objetivo o desenvolvimento de atividades e ações que permitam contribuir para a diminuição de casos de violência doméstica nos territórios da CIM-TS.

O que se espera é conseguir “desenvolver uma cultura de ação territorializada, multidisciplinar e intersectorial; criar uma rede intermunicipal integrada de atendimento, com acompanhamento e apoio especializados e aumentar o nível de eficácia e eficiência das respostas”, pode ler-se no documento da candidatura.

São quase 250 mil euros para a implementação do projeto nos onze municípios. Assim sendo, serão realizadas ações de sensibilização na comunidade educativa e em geral a nível concelhio e intermunicipal bem como seminários e workshops de capacitação técnica.

O Gabinete de Informação e Apoio às Vítimas de Violência Doméstica – Gabinete Bem-Me-Quer sairá reforçado com o serviço de apoio jurídico.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta