5.ª Jornada da I Liga: SC Braga vence dérbi frente ao Vitória SC

Imagem: Ana Regina Ramos/Canva

Esta quinta jornada ficou marcada pelo encontro dos rivais Vitória SC e SC Braga. Apesar do jogo difícil no Estádio do Dragão, o FC Porto conseguiu vencer o Gil Vicente FC por uma bola a zero. É de realçar também que o Boavista FC continua sem vencer nesta temporada 2020/2021.

Sábado, 24 de outubro: CD Nacional 1 – 1 FC Paços de Ferreira

Ambos os golos da partida surgiram apenas na segunda parte. Foi o CD Nacional que se adiantou no marcador, com um golo do avançado colombiano Brayan Riascos, aos 57 minutos. O FC Paços de Ferreira chegou à igualdade, aos 74′, através do médio Eustáquio.

Com este empate, o CD Nacional, que não vence há três jogos, está em sétimo lugar, com seis pontos, enquanto o FC Paços de Ferreira, que vinha de uma vitória frente ao CD Santa Clara, é 14.º, com cinco pontos.

FC Porto 1 – 0 Gil Vicente FC

O FC Porto interrompeu uma série de três jogos consecutivos sem vencer, batendo o Gil Vicente FC, por 1-0. O avançado brasileiro, que se estreou como titular e a marcar pela equipa, colocou os dragões na frente do marcador, aos 41 minutos. Aos 74 minutos, o FC Porto ficou reduzido a 10 jogadores, com a expulsão de Zaidu.

Com este resultado, os dragões contam com 10 pontos, e o Gil Vicente FC, que sofreu a primeira derrota no campeonato, com cinco, seguindo em 12.º lugar na tabela.

 

Domingo, 25 de outubro: SC Farense 0 – 1 Rio Ave FC

O primeiro e único golo do jogo surgiu aos 20 minutos, com Carlos Mané a marcar. Com este resultado frente ao SC Farense, esta é a primeira vitória no campeonato por parte do Rio Ave FC. Já a equipa da casa continua sem vencer.

Desta forma, o Rio Ave FC ocupa a 10.ª posição da tabela classificativa, enquanto o SC Farense está em último lugar, 18.º, com apenas um ponto somado.

Moreirense FC 2 – 1 CS Marítimo

O Moreirense FC abriu o marcador com um autogolo de Fábio China, aos 21 minutos de jogo. Já nos minutos de desconto na primeira parte (45+2), Pedro Nuno alargou a vantagem para a equipa da casa. Nesta altura, já o CS Marítimo estava reduzido a 10 jogadores, com Jean expulso aos 36 minutos.

O golo do CS Marítimo surge apenas na segunda parte, já perto dos 90 minutos, com Zainadine a reduzir a vantagem dos cónegos.

Com esta vitória, o Moreirense FC está em quarto lugar, com oito pontos, e o CS Marítimo encontra-se na nona posição, com seis pontos.

FC Famalicão 2 – 2 Boavista FC

Uma primeira parte sem golos. Só aos 67 minutos surgiu a primeira oportunidade para o FC Famalicão, através de grande penalidade, mas Lameiras viu o guardião do Boavista FC a defender e a recarga a embater na trave.

Dois minutos depois, o Boavista FC consegue chegar à vantagem e inaugurar o marcador com um remate de fora de área de Hamache. Aos 75 minutos, os axadrezados alargam a vantagem, com um cabeceamento de Javi García a atirar para o fundo da baliza do FC Famalicão.

Aos 83 minutos, Javi García é expulso por acumulação de amarelos. Lameiras, aos 85 minutos, não falha e reduz a vantagem para o FC Famalicão. Já nos minutos de compensação (90+4), a equipa da casa consegue repor a igualdade no marcador.

Com este resultado, o Boavista FC continua sem vencer e têm apenas três pontos. Já o FC Famalicão tem seis pontos e está na 11.ª posição.

Vitória SC 0 – 1 SC Braga

O primeiro e único golo da partida foi marcado aos 28 minutos por Esgaio, que rematou para o fundo das redes do adversário.

Apesar de não existirem mais golos, nos minutos finais do jogo, aconteceram algumas incidências. Aos 83 minutos, confusão entre David Carmo e Jorge Fernandes depois de um lance do jogador bracarense com Edwards. David Carmo e Jorge Fernandes receberam ordem de expulsão, mas depois de analisar as imagens por indicação do VAR, Fábio Veríssimo acaba por dar ordem de expulsão também a Fransérgio.

Assim, o SC Braga ficou reduzido a nove jogadores, mas conseguiu aguentar a vantagem até ao apito final.

Com este resultado, os bracarense estão com nove pontos, enquanto o Vitória SC está com sete.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta