Escritaria 2020: Mário Zambujal sentiu-se reconhecido e abraçado pelas ruas de Penafiel

Foto: Ana Regina Ramos

O festival Escritaria 2020 em Penafiel terminou no domingo e a cidade conta agora com mais uma frase perpetuada nos seus jardins.

“Os tempos mudam, mas não há máquina que substitua a natureza de um abraço”, foi esta a frase do autor homenageado, Mário Zambujal, que ficou perpetuada no Jardim do Calvário. Em conferência de imprensa, disse sentir-se reconhecido e que as ruas da cidade estavam a abraçá-lo, querendo por isso retribuir o gesto.

Esta 13.ª edição do evento transformou a cidade em torno de Mário Zambujal e da sua obra, com alusões nas montras, exposições, arte de rua, teatro e música, e utilizou os meios digitais como uma das principais formas de chegar ao público neste ano de pandemia e distanciamento social.

Foto: Ana Regina Ramos
« 1 de 15 »

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta