DGS indica quais os grupos prioritários para vacinação em tempos de pandemia

Foto: CDC/Unsplash

A Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgou quais os grupos prioritários para vacinação em tempos de pandemia devido ao Covid-19.

A vacinação é recomendada até aos 12 meses de idade, inclusive, para doentes crónicos e outros grupos de risco no âmbito do Plano Nacional de Vacinação e para grávidas. Também a vacina da BCG é prioritária para crianças com risco identificado de tuberculose grave, de acordo com Norma da DGS.

Estas vacinas conferem proteção precoce contra onze doenças potencialmente graves. “Aos 12 meses, as vacinas contra o meningococo C e contra o sarampo, papeira e rubéola são muito importantes. A situação epidemiológica do sarampo a nível mundial não permite adiar esta vacina”, refere o Serviço Nacional de Saúde (SNS).

As grávidas devem procurar ativamente a vacinação contra a tosse convulsa, que tem como objetivo a proteção do bebé nos primeiros meses de vida, sendo que a vacinação poderá ser adiada, mas nunca para além das 28 a 32 semanas de gestação.

Para agendar, é necessário consultar a Unidade de Saúde Local, privilegiando o contacto telefónico. Se não encontrar o boletim de vacinas, é possível aceder online, na área do Cidadão do Portal SNS.

“A vacinação é uma medida de saúde pública prioritária – não deixe de vacinar as suas crianças. Se está grávida ou pertence a um grupo de risco não atrase a sua vacinação habitual”, sublinha a DGS.

Também o chamado “teste do pezinho” (rastreio ao recém-nascido previsto no Programa Nacional do Rastreio Neonatal) e as consultas de vigilância de saúde infantil e juvenil não devem ser adiados, explica a DGS em nota.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta