EXPLICA SAÚDE: Está grávida? Tem enjoos? O que fazer?

José Ramos, 70 anos, Médico de Família

Como aliviar estes sintomas tão aborrecidos?

Nos três primeiros meses de gravidez é frequente aparecer estes sintomas que estão diretamente associados às alterações hormonais existentes na mulher grávida.

Nomeadamente as náuseas/enjoos podem ser minimizadas com alimentação adequada.

Assim vamos distribuir as refeições por, pelo menos, cinco vezes/dia – refeições pouco abundantes, mas em quantidade suficiente de fácil digestão, como por exemplo as batatas, cereais, pão, bolachas…

As refeições têm de ter poucas gorduras e muito baixo teor de sal, evitando os fritos e ingeridas calmamente com alimentos bem mastigados e acompanhados de água, sumos naturais, laranjada, limonada, mas sempre poucas quantidades. Nomeadamente a água, deve beber-se pequenos goles de cada vez, pela manhã e em jejum, pois ocasiona mal-estar e vómitos (junto com a água experimente comer uma bolacha).

Na confeção da comida, pode ser condimentada com especiarias e ervas aromáticas, mas, como se referiu acima, deve-se evitar consumir fritos pois libertam odores enjoativos e ainda alguns pratos como guisados e assados que libertam cheiro intenso.

Nomeadamente fruta, cereais, pão (preferencialmente rico em cereais), bolachas, etc. devem ser consumidos pela grávida, mesmo fora da hora das refeições.

Os alimentos lácteos, muitas vezes, ocasionam mal-estar, por exemplo, manteiga ou leite, e aí deve-se trocá-los por queijo e/ou iogurte preferencialmente magros.

Praticar desporto é ótimo, mas nunca após ter comido uma refeição, não sendo também conveniente ir logo para a cama pois a digestão faz-se melhor estando de pé ou sentada (nomeadamente no terceiro trimestre de gravidez, devido ao aumento do volume do abdómen, pois facilmente ocasiona azia e vómitos).

Há medicamentos à venda nas farmácias e muito utilizados no controlo das náuseas e vómitos. Aconselho que não se automedique e não tome nenhum produto, como por exemplo, o gengibre que tem efeitos antieméticos (que evita o vómito), mas que pode fazer mal ao seu bebé e não está recomendado numa grávida.

Procure o seu médico, ele recomendará o medicamento mais adequado no caso de a alimentação não ser eficiente na resolução dos vómitos gravídicos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta